RicardoOrlandini.net - Informa e faz pensar - Esportes - Grêmio goleia o Zamora e fica entre os três melhores da Libertadores

Últimas notícias

Esportes

RSS
26.05.2017 | Futebol

Grêmio goleia o Zamora e fica entre os três melhores da Libertadores

Barrios anotou um dos gols da vitória do Grêmio (Foto: Jefferson Bernardes/AFP)

O Grêmio encerrou a fase de grupos da Libertadores com uma goleada em cima do Zamora-VEN. O Tricolor Gaúcho bateu o time venezuelano pelo placar de 4 a 0. Os gols foram marcados por Luan (duas vezes), Lucas Barrios e Pedro Rocha. Assim, o clube acabou esta fase com a terceira melhor campanha do torneio. O jogo foi especial para Luan, o jogador marcou duas vezes e virou o maior goleador da Arena, ao lado do ex-atacante gremista Barcos.

Com o resultado, os gremistas terminaram em primeiro lugar no Grupo 8 com 13 pontos. O Zamora-VEN terminou na lanterna, sem pontuar e com o saldo de gols negativo. Na segunda posição, o Guaraní-PAR se classificou com 11 pontos e o Deportes Iquique-CHI terminou em terceiro com 10 pontos.

Antes da partida, o técnico Renato Portaluppi confirmou o meia argentino Gastón Fernández como substituto de Ramiro. O jogador cumpriu suspensão pela expulsão na última partida do torneio contra o Deportes Iquique. O treinador gremista também optou por não poupar os jogadores pendurados e entrou em campo com Marcelo Grohe e Pedro Rocha.

O volante Arthur que era dúvida devido a uma gripe se recuperou a tempo para atuar. Na arquibancada, um olheiro do Atlético de Madrid observou a atuação do atleta gremista. Além dele, o meia-atacante do Bayern de Munique, Douglas Costa, estava na Arena para assistir ao confronto. O jogador é ídolo da torcida gremista.

 

O jogo –  O Grêmio começou fazendo o papel de mandante pressionando o adversário. Na parte ofensiva, o técnico Renato Portaluppi utilizou o “Gata” Fernández atuando mais centralizado e deslocou o Luan para a direita. Já, o Zamora-VEN optou por jogar fechado e apostar nos erros gremistas para atacar.

A pressão Tricolor começou aos cinco minutos de partida, mas o time gaúcho parava no goleiro Carlos Salazar. No primeiro lance, o atacante Lucas Barrios recebeu a bola na área e chutou forte para o gol, mas Salazar fez boa defesa em dois tempos.

Aos 10 minutos, Léo Moura cruzou e a zaga afastou mal. O volante Michel chegou finalizando em cima do defensor venezuelano. Na sobra, Barrios bateu e Salazar espalmou para escanteio. Três minutos depois, o goleiro voltou a brilhar. Luan recebeu na direita, chutou cruzado e o goleiro espalmou. No rebote, Pedro Rocha finalizou para mais uma defesa de Salazar.

E dava só Grêmio. Aos 16 minutos, Pedro Rocha cruzou para Barrios, livre na área, finalizar para fora. Dois minutos depois, novamente, Pedro Rocha cruzou, mas desta vez Barrios tentou de cabeça para o gol. O goleiro Salazar voltou a defender. Depois de Pedro Rocha sofrer uma falta frontal perto da área, Luan finalizou no canto esquerdo do goleiro, mas a bola bateu na trave.

Aos 22 minutos, o Grêmio abriu o placar com o Luan. Depois de Pedro Rocha dar um elástico e arrancar pela esquerda na linha de fundo deixando o marcador no chão, o jogador cruzou para o meio da área e o camisa 7 do Grêmio apenas empurrou para o fundo das redes.

A partir daí, a porteira abriu e em seis minutos, o Tricolor fez três gols. O segundo deles surgiu após jogada do argentino Gastón Fernández pela direita. O jogador cruzou rasteiro na pequena área e Lucas Barrios concluiu com facilidade para as redes adversárias. O terceiro tento tricolor foi de pênalti. Depois de invadir a área pela esquerda, o lateral Cortéz foi derrubado por um carrinho pelo jogador Felipetto. O atacante Luan cobrou e marcou.

Então, o time gaúcho diminuiu o ritmo de jogo e começou a atuar com perfeccionismo. Tal postura fez com que o Zamora criasse algumas chances. Numa delas, García finalizou dentro da área, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Em outra oportunidade, Martínez chutou rasteiro da entrada da área e a bola passou muito perto da trave direita do goleiro Marcelo Grohe. O Grêmio acabou o primeiro tempo com 17 chutes a gol.

Goleada garantida – Para a segunda etapa, o técnico Francesco Stifano tirou o meio campista Nelson Pérez e colocou o lateral Mayker González. Já, Renato Portaluppi optou por manter a mesma equipe do primeiro tempo.

O Grêmio voltou sem fazer esforço ofensivo enquanto o Zamora-VEN estava disposto a descontar. Aos 4 minutos, Hernández finalizou de longe. A bola foi para tiro de meta, sem perigo para o goleiro Marcelo Grohe. Dois minutos depois, em cobrança de falta, o arqueiro gremista afastou mal de soco e a bola ficou com o time adversário na grande área. Contudo, o nenhum jogador do Zamora-VEN finalizou a gol e acabou perdendo a posse de bola.

Aos 11 minutos, o lateral direito Faría foi lançado nas costas de Cortéz. O jogador entrou na área, mas concluiu na rede pelo lado de fora. O Grêmio respondeu um minuto depois. Léo Moura recebeu na direita e cruzou para Lucas Barrios chutar de primeira com o pé direito. A bola passou perto da trave direita de defesa do goleiro Carlos Salazar.

O quarto gol gremista veio depois do argentino Gastón Fernández lançar Pedro Rocha. O camisa 9 Tricolor recebeu livre na cara do gol, driblou o arqueiro venezuelano e empurrou para o fundo das redes. Aos 21 minutos, Mayker González recebeu na esquerda e chutou alto. O goleiro Marcelo Grohe chegou a saltar para tentar a defesa, mas a bola saiu por cima do gol.

Em uma bela tabelinha entre Cortéz e Pedro Rocha, o atacante gremista invadiu a área pela esquerda e ficou cara-a-cara com o goleiro adversário. O camisa 9 tricolor podia tocar no meio para Luan, mas preferiu finalizar em cima do do goleiro Salazar.

Aos 36 minutos, Fernandinho recebeu de Luan e invadiu a área, mas Ovalle derrubou o jogador e juiz assinalou penalidade máxima. Na cobrança, Luan cobrou à meia altura e Salazar fez bela defesa. Este foi o segundo pênalti que o camisa 7 gremista perdeu na Libertadores.

O Grêmio perdeu outra oportunidade clara de ampliar com Pedro Rocha. O atleta recebeu livre, mas na hora de concluir, ele enfeitou e deu um toquinho para tentar encobrir o goleiro. A bola ficou fácil nas mãos de Salazar. Com tranquilidade, o time gaúcho foi superior e goleou o lanterna do grupo com facilidade. Com o resultado, o Grêmio acabou a fase de grupos com a terceira melhor campanha da Copa Libertadores da América.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 0 ZAMORA-VEN
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 25 de maio de 2017, quinta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Juan Albarracin (EQU)
Assistentes: Ricardo Barenc e Flavio Nall (ambos do EQU)
Público: 22.435 (20.408 pagantes)
Renda: R$ 617.716,00

GOLS
GRÊMIO: Luan, aos 22 e 28 minutos do primeiro tempo; Lucas Barrios, aos 25 minutos do primeiro tempo; Pedro Rocha, aos 18 minutos do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS
ZAMORA-VEN: Oscar Hernandez, Gallardo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Leonardo), Pedro Geromel, Walter Kannemann, Bruno Cortez; Michel, Arthur (Fernandinho), Gastón Fernández (Éverton), Luan, Pedro Rocha; e Lucas Barrios
Técnico: Renato Portaluppi

ZAMORA-VEN: Carlos Salazar; Ángel Faría (Erickson Gallardo), Ezequiel Filipetto, Rene Flores, Luis Ovalle; Oscar Hernandez, José Pinto, Ynmer Gonzalez, Diego García, Nelson Pérez (Mayker González); e Cesar Martinez (Marcelo Moreno).
Técnico: Francesco Stifano

Fonte: Gazeta Esportiva.net


Tags: Grêmio, tricolor, Libertadores, Renato Portaluppi, Zamora





Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Relacionadas

Comemoramos hoje - 21.08

  • Dia da Habitação
  • Dia do Haziel
  • Dia do São Pio X