Últimas notícias

Esportes

RSS
11.10.2017 | Copa 2018

França vence Bielorrússia e confirma vaga na Copa; Holanda está fora

Antoine Griezmann foi o autor do primeiro gol da França nesta terça-feira (Foto: CHRISTOPHE SIMON/AFP)

A seleção francesa garantiu nesta terça-feira a tão sonhada vaga para a Copa do Mundo da Rússia. Tida como uma das seleções favoritas ao título do torneio no ano que vem, a França recebeu a Bielorrússia no Stade de France e não decepcionou a multidão que compareceu para apoiar a equipe. Com gols de Griezmann e Giroud, o time comandado pelo técnico Didier Deschamps acabou vencendo por 2 a 1. O gol visitante foi marcado por Saroka.

Com o resultado, a seleção francesa encerrou as Eliminatórias Europeias em primeiro lugar do Grupo A, com 23 pontos em dez partidas disputadas. Quem se garantiu na repescagem foi a Suécia, que perdeu para a Holanda por 2 a 0 em Amsterdã, no entanto, ainda assim encerrou a disputa em segundo lugar por conta do saldo de gols maior.

Com o fim da fase de grupos, as Eliminatórias Europeias terão seus confrontos de repescagem definidos no próximo dia 17, quando acontece o sorteio envolvendo todos os segundos colocados da competição, com exceção ao pior time que terminou na vice-liderança, já que há nove grupos.

O jogo – A primeira grande oportunidade do jogo foi criada pela Bielorrússia. Aos nove minutos Kovalev, na direita, levou para o meio e bateu rasteiro. A bola cruzou a área francesa e passou à direita de Lloris, que ainda se jogou para tentar buscar a bola, mas não a alcançou. Já aos 18 minutos foi a vez da seleção francesa responder com Varane, que aproveitou cobrança de escanteio para subir mais alto que a defesa adversária e cabecear firme, exigindo boa defesa do goleiro Chernik.

Depois de assustar os rivais, a França seguiu mais agressiva na partida e aos 20 minutos voltou a se aproximar do gol. Depois de novo cruzamento, agora saindo dos pés de Coman, Giroud ganhou no alto e cabeceou no travessão. A insistência dos donos da casa só foi surtir efeito aos 27 minutos, quando Griezmann recebeu bom passe de Matuidi para invadir a área e tocar na saída de Chernik, abrindo o placar no Stade de France.

Com a vantagem, a seleção francesa continuava demonstrando sua superioridade em campo e não demorou muito para ampliar. Aos 33 minutos foi a vez de Giroud, que já havia carimbado o travessão, balançar as redes. Aproveitando o erro na saída de bola da Bielorrússia, o camisa 9 recebeu grande passe de Griezmann e bateu da entrada da área para fazer 2 a 0. Antes do intervalo, aos 44, a Bielorrússia ainda diminuiu com Saroka, que se antecipou no cruzamento rasteiro vindo pela direita para tocar no cantinho, sem chances para Lloris.

O início do segundo tempo foi marcado pelas boas oportunidades para ambos lados. Aos 18 minutos, em levantamento de Lemar, a zaga bielorrussa se esticou para interceptar o passe e quase jogou contra o próprio gol. No lance seguinte foi a vez dos donos da casa se assustarem após boa trama de contra-ataque, em que Saroka, novamente ele, perdeu um gol inacreditável dentro da pequena área.

Com a entrada de Mbappé no lugar de Coman, a França ameaçou ainda mais a Bielorrússia em busca de ampliar o placar e ficar mais confortável na partida. A jovem promessa do futebol francês protagonizou boas jogadas, mas o goleiro Chernik pôde evitar as investidas do atacante do Paris Saint-Germain. Bastou aos Les Bleus apenas administrarem a vantagem construída nos minutos finais para garantir o triunfo e a festa da torcida no Stade de France.


Robben fez o que pôde, mas Holanda não conseguiu reverter quadro e está fora da Copa do Mundo da Rússia (Foto: EMMANUEL DUNAND/AFP)

HOLANDA – Já a Holanda não pôde comemorar o mesmo feito nesta terça-feira. Recebendo a Suécia na Amsterdam Arena, o time liderado por Arjen Robben precisava de praticamente um milagre para garantir vaga na repescagem das Eliminatórias. Contando com uma grande atuação do atacante do Bayern de Munique, a seleção que terminou a última Copa do Mundo em terceiro lugar até venceu os adversários por 2 a 0, mas precisava de nada mais, nada menos que sete gols para assumir a segunda colocação do Grupo A.

Robben roubou a cena no primeiro tempo. Logo aos 14 minutos, Lindelof colocou a mão na bola, e o árbitro marcou pênalti a favor da Holanda. Na cobrança, o atacante do Bayern de Munique mostrou bastante frieza para dar uma cavadinha e abrir o placar na Amsterdam Arena. Restando ainda seis gols por fazer, os donos da casa seguiram pressionando os rivais e levando perigo à meta sueca.

Aos 31 minutos, em cobrança de falta, Babel mandou no canto direito, assustando o goleiro Olsen. Três minutos depois foi a vez da Suécia responder graças às trapalhadas da defesa anfitriã. O goleiro Cillessen e o zagueiro Aké foram juntos em direção à bola, acabaram se chocando e quase deixaram Berg livre para fazer o gol, porém, o arqueiro holandês conseguiu se recuperar na jogada e ficar com a bola.

Antes do intervalo, entretanto, a Holanda conseguiu ampliar, novamente com Robben. O experiente jogador holandês arrancou pela direita, mudou a trajetória para o meio-campo e, da entrada da área, arrematou sem chances para Olsen após grande passe de Babel para trás. Virando o primeiro tempo com 2 a 0, ainda faltavam cinco gols para os donos da casa se classificarem para a Copa do Mundo.

No segundo tempo a Holanda voltou a campo com o meso espírito. Aos 13 minutos os anfitriões quase chegaram ao terceiro gol com Wijnaldum, que recebeu dentro da área e bateu de primeira, forçando boa defesa de Olsen. Daí em diante a Suécia impôs dificuldades ao setor ofensivo holandês, com dificuldades para fazer infiltrações e chegar com perigo. Desta maneira, a tão sonhada classificação para um novo Mundial não se transformou em realidade, fato que os torcedores não tinham de lidar desde 2002, no Mundial da Coreia do Sul e Japão.

Fonte: Gazeta Esportiva.net


Tags: Copa 2018, Copa do Mundo, Rússia, Eliminatórias, Futebol, Futebol Internacional, França, Bielorrússia





Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Relacionadas

Comemoramos hoje - 11.12

  • Dia da Unicef
  • Dia de São Barnabé
  • Dia do Agrônomo
  • Dia do Arquiteto
  • Dia do Engenheiro
  • Dia do Tango