Últimas notícias

Esportes

RSS
06.12.2017 | Futebol

Conheça os 7 participantes do Mundial de Clubes de 2017

Grêmio vai aos Emirados Árabes em busca do tricampeonato mundial (Foto: Juan MABROMATA/AFP)

URAWA REDS DIAMONDS

O Urawa Reds Diamonds do Japão é o campeão da Liga dos Campeões da Ásia e um time que pode dar trabalho. Dirigido pelo japonês Takafumi Hori, superou o Al Hilal da Arábia Saudita no torneio continental.

O time japonês disputou o Mundial há dez anos, em 2007, quando surpreendeu com uma terceira colocação. O sonho é repetir o feito ou ir além.

“No ano passado o Kashima Antlers foi finalista e fez uma grande final com o Real Madrid, mas perdeu. Queremos tentar repetir o feito”, analisou o treinador japonês. O principal destaque do time é o artilheiro Rafael Silva, brasileiro revelado pelo Coritiba e que marcou o gol do título contra o Al Hilal.

TIME-BASE: Shusaku Nishikawa, Daisuke Nasu, Maurício, Tomoaki Makino e Ryota Moriwaki; Wataru Endo, Yosuke Kashiwagi, Kazuki Nagasawa e Yuki Abe; Yuki Muto e Rafael Silva

Técnico: Takafumi Hori

AUCKLAND CITY

O Auckland City é dos atuais participantes o que tem mais experiência no Mundial de Clubes da Fifa. Foram oito participações, porém, com um histórico pouco animador. Por seis vezes foi eliminado logo na estreia. Já em 2009 foi coroado com um honroso quinto lugar. Porém, a evolução do time é em 2014 lhe proporcionou sua melhor posição, com um histórico terceiro lugar. Na semifinal, inclusive, obrigou o San Lorenzo a sofrer muito para construir a vitória.

A manunteção de uma base é o que mais favorece ao Auckand, que mudou muito pouco seu elenco nos últimos anos. O técnico espanhol Ramón Tribulietx tem como jogador mais expressivo o atacante Emiliano Tade, esperança de gols. O Auckland se classificou para este Mundial por conquistar pelo sétimo ano seguido a Liga dos Campeões da Oceania, dessa vez batendo na final o Team Wellington, em uma final neozelandeza.

TIME-BASE: Enaut Zubikarai, Liam Graham, Ángel Berlanga e Mario Billen; Marko Dordevic, Alfred Rogers, Fabrizio Tavano, Daniel Morgan e Micah Lea’alafa; Callum McCowatt e Emiliano Tade

Técnico: Ramon Tribulietx

WYDADTER

O Wydad é um estreante no Mundial de Clubes e quebrou um jejum de 14 anos sem conquistar o título nacional do Marrocos. O feito, no ano passado, o levou a Liga dos Campeões da África, vencida sobre o Al Hilal do Sudão.

“Somos um time dispostos a jogar com a alegria do futebol africano, apesar de mantermos uma forte experiência tática”, disse o técnico marroquino Hussein Amotta.

A força do time é o conjuunto, mas a principal estrela da companhia é o meia Salaheddine Saidi.

TIME-BASE: Zouheir Laaroubi, Ibrahim Comara, Mohammed Nahiri, Mouhamed Ouattara e Youssef Rabeh; Ait Ben Dir, Brahim Nakach, Abderrahim Khadrouf e Salaheddine Saidi; Mohamed Ounajem e Achraf Bencharki

Técnico: Hussein Amotta

AL JAZIRA

O holandês Henk ten Cate assumiu o Al Jazira com a missão de dar padrão tático ao time. Porém, a equipe surpreendeu e conquistou o título nacional dos Emirados Árabes logo no ano em que o Mundial de Clubes voltou ao país. Assim, se classificou para o mais importante torneio de times do mundo.

“Realmente estamos montando um grande time e em evolução. Os resultados surpreendem e agora queremos fazer bonito no Mundial. O apoio da torcida vai ser fundamental”, disse Henk ten Cate.

O destaque do time é um velho conhecido dos brasileiros. Trata-se do atacante Romarinho, campeão da Libertadores de 2012 pelo Corinthians.

TIME-BASE: Ali Khaseif, Mohamed Fawzi, Salem Al Eddi, Mohamed Ayed e Musallem Fayez; Khalfan Alrezzi, Abdalla Ramadan, Mbark Boussoufa e Sardor Rashidov; Romarinho e Ali Mabkhout

Técnico: Henk ten Cate

PACHUCA

O Pachuca chega a sua quarta participação em Mundiais de Clubes disposto a chegar a uma final pela primeira vez, pois o máximo que conseguiu foi a quarta posição em 2008.

“Agora nós vamos chegar dispostos a levar o nome do Pachuca ao lugar mais alto, mas temos que pensar em subir um degrau por vez”, disse Alonso.

O time conta como principal destaque o experiente zagueiro Óscar Murillo. O atacante Franco Jara também não pode ser desprezado.

TIME-BASE: Alfonso Blanco, Robert Herrera, Óscar Murillo, Omar González e Emmanuel García; Tony Figueroa, Erick Gutiérrez, Pablo López e Jonathan Urretaviscaya; Franco Jara e Roberto de La Rosa

Técnico: Diego Alonso

REAL MADRID

O técnico francês Zinedine Zidane vem encontrando dificuldades para fazer o Real Madrid jogar como na temporada passada, quando conquistou de forma brilhante o Campeonato Espanhol e o título da Champions League, goleando a Juventus na final.

Este ano a equipe se classificou em segundo lugar de seu grupo na Liga dos Campeões da Europa e está penando no Campeonato Espanhol, afastado da disputa pelo título.

“As dificuldades existem, mas vamos ao Mundial dispostos a ganhá-lo mais uma vez”, disse Zidane.

O Real Madrid é o atual campeão do Mundial de Clubes, tendo superado o Kashima Antlers na decisão passada. A estrela da companhia continua sendo o português Cristiano Ronaldo. A base, porém, é sólida, com nomes como o zagueiro Sergio Ramos, o lateral-esquerdo Marcelo, o volante Casemiro e o artilheiro Karim Benzema.

REAL MADRID: Kiko Casilla, Daniel Carvajal, Raphael Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Toni Kroos, Luka Modric e Isco; Cristiano Ronaldo e Karim Benzema

Técnico: Zinedine Zidane

GRÊMIO

O Grêmio foi o último clube a se classificar para o Mundial, tendo vencido o Lanús na final da Copa Libertadores, na semana passada. O técnico Renato Gaúcho foi campeão do torneio intercontinental em 1983 como jogador do Tricolor gaúcho e agora quer repetir o feito como treinador.

“Seria fantástico e é uma conquista possível”, disse Renato.

O time tem no atacante Luan a estrela da companhia. O time, porém, tem outras apostas, como o goleiro Marcelo Grohe, o zagueiro Pedro Geromel e o volante Arthur, considerado a revelação do Campeonato Brasileiro deste ano.

TIME-BASE: Marcelo Grohe, Edílson, Pedro Geromel, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Ramiro e Arthur; Fernandinho, Lucas Barríos e Luan

Técnico: Renato Gaúcho

Fonte: Gazeta Esportiva.net


Tags: Grêmio, tricolor, Libertadores, Renato Portaluppi, Mundial de Clubes





Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Relacionadas

Comemoramos hoje - 15.12

  • Dia da Mulher Profissional de Direito
  • Dia de Santa Cristiana
  • Dia de São Mesmino
  • Dia do Esperanto
  • Dia do Jardineiro
  • Dia do Jornaleiro