Últimas notícias

Esportes

RSS
22.01.2018 | Automobilismo

Sergey Sirotkin acredita que falta de experiência na F1 “não será problema”

Sergey Sirotkin será o substituto de Felipe Massa na Williams (Foto: Reprodução/Twitter)

Sergey Sirotkin foi anunciado, na última terça-feira, como novo piloto da Williams para 2019. O piloto russo venceu a disputa pela vaga com Robert Kubica, substituindo Felipe Massa como companheiro de Lance Stroll em sua primeira temporada na Fórmula 1. A dupla será a mais jovem do grid, o que levantou questões quanto à pouca experiência dos pilotos. No entanto, o russo de 22 anos está ciente das dificuldades e acredita que isso não será um problema.

“Eu sei que o me espera na F1”, afirmou Sirotkin à agência russa Tass. “Vou fazer tudo que sou capaz, e isso será suficiente. Definitivamente, não é uma vantagem não conhecer alguns circuitos, mas há quatro horas de treinos livres. Então, acho que não será um problema, ainda mais com todo o trabalho que será feito no simulador”, completou.

Sirotkin terminou as temporadas de 2015 e 2016 da GP2 em terceiro lugar e passou dois anos como piloto de testes e reserva da Renault, cumprindo sessões de treinos livres de sexta-feira.

Além disso, a Williams confirmou um acordo de muitos anos com o piloto e se mostrou confiante com a negociação. “O que temos com Sergey é um contrato de vários anos. Nós temos muita confiança nele”, afirmou Mike O’Driscoll, diretor-executivo da esquadra inglesa, durante um evento em Moscou, na Rússia. “Nós nunca falamos sobre os termos específicos para qualquer piloto em nenhum ponto, e isso é comum em muitas equipes da F1. Mas podemos dizer que é um contrato de muitos anos, então espero ver Sergey vestindo o macacão da Williams por muitas temporadas ainda”, acrescentou.

A confiança em um bom trabalho do russo foi compartilhada pelo diretor-técnico, Paddy Lowe. “Estamos muito entusiasmados com Sergey para esse ano e muitos outros. O que ficou claro foi a calma de Sergey naquele momento (nos testes de Abu Dhabi). Desde as primeiras voltas, deu para perceber imediatamente que os engenheiros ficaram satisfeitos com seus tempos, comentários e precisão”, explicou Paddy.

“Ele não cometeu erros, então a sensação de quem se tratava de um ótimo piloto ficou clara. Realmente, há uma sensação universal entre os engenheiros de que este era o cara que precisávamos no carro”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva.net


Tags: Automobilismo, Fórmula 1, F1, Motor, Sergey Sirotkin





Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Relacionadas

Comemoramos hoje - 22.09

  • Data da Juventude do Brasil
  • Dia da Banana
  • Dia da Defesa da Fauna
  • Dia de São Maurício
  • Dia do Anjo Hahahel
  • Dia do Ciclista
  • Dia do Contador
  • Dia Mundial Cidade sem meu Carro