Últimas notícias

Destaque Esportivo

RSS
07.05.2018 | Futebol

Retranca não funciona, e Santos é goleado pelo Grêmio

Com dois de Maicon, Grêmio goleia o Santos (Foto: Lucas Uebel/GFBPA)

O Grêmio goleou o Santos por 5 a 1 na noite deste domingo, em sua arena, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor superou a retranca do Peixe com tranquilidade e marcou com Maicon (2), Everton, André e Arthur. O de honra foi de Jean Mota.

Os gaúchos dominaram o jogo desde o início e viram um alvinegro de certa forma covarde, tentando se defender e se desfazendo da bola com rapidez. No primeiro tempo, o Santos perdeu “apenas” por 2 a 1. Na segunda etapa, com a mesma postura, os visitantes sucumbiram à pressão.

O Grêmio, insaciável, tentou aumentar a goleada a todo tempo. O Santos, nocauteado, tentou não ser humilhado. A derrota teve gritos de olé desde cedo e até uma discussão calorosa entre os companheiros Vanderlei e Alison.

Em fases distintas, as equipes voltarão a jogar pela Copa do Brasil, nas oitavas de final. O Tricolor enfrentará o Goiás. O Peixe receberá o Luverdense.

O jogo

O Grêmio teve domínio total nos primeiros 48 minutos de jogo. A postura do Santos, desde o pontapé inicial, ficou clara: defender e tentar se contra-atacar. O problema foi uma retranca incompetente e a dificuldade para trocar três passes consecutivos quando a bola, poucas vezes, ficou nos pés dos alvinegros.

Com o Peixe quase todo na defesa, o Tricolor teve calma para rodar a bola e tentar encontrar espaços. Em boa parte da etapa inicial, a saída foi finalizar de fora da área. Com o tempo, porém, os atalhos foram encontrados, principalmente depois do primeiro gol. E um golaço. Aos 30 minutos, Maicon recebeu na intermediária ofensiva. O capitão teve tempo para dominar, olhar pensar e… brilhar. Um chute indefensável, no ângulo de Vanderlei.

Ao tomar o gol, o alvinegro teve que abdicar de sua postura conservadora. Mas durou pouco. Dois minutos depois, Rodrygo acelerou e Léo Cittadini tocou para Jean Mota achar um gol. O meia chutou fraco, com a perna direita (ruim) e contou com o desvio em Kannemann para pegar Marcelo Grohe no contrapé.

Com a igualdade no placar, o Santos poderia ter tentado incomodar mais o Grêmio, mas voltou para a estratégia inicial: se defender. E não deu certo: O Grêmio empilhou chances, viu Luan acertar o travessão, e aos 46 minutos, a justiça foi feita, quando Everton recebeu de Léo Moura na área e deslocou Vanderlei. Alison e Lucas Veríssimo não foram bem na jogada.

Goleada no placar

Depois de perder por pouco no primeiro tempo, o Santos sucumbiu na segunda etapa. A conversa no vestiário deve ter sido a mesma da preleção e, mesmo com a desvantagem, a postura foi a mesma: tentar se defender e atacar quando der.

O Grêmio, insaciável, ampliou novamente com Maicon, em cobrança de falta perfeita aos 9 minutos. Sem qualquer indício de reação, o Peixe tinha um novo objetivo: não ser goleado. E a missão não foi alcançada. Depois de várias chances criadas, André fez valer a ‘Lei do Ex’ e empurrou após passe de Luan aos 24 minutos. E aos 34′, Arthur, com todo o espaço do mundo, deslocou Vanderlei em mais uma tentativa de fora da área.

Em todo esse tempo relatado acima, o Santos foi incapaz de criar uma chance clara de gol. E a jogada do quarto do Grêmio resume o que foi a partida, com gritos de olé desde cedo: Daniel Guedes invadiu a área e chutou o chão. Na sequência, contra-ataque concluído por André.

Nos minutos finais, o Peixe, nocauteado, correu o risco de uma goleada histórica. O Grêmio, melhor time do futebol brasileiro, teve o luxo de preservar Léo Moura, Bruno Cortez e André. O alvinegro tentou melhorar com as entradas de Copete, Arthur Gomes e Vitor Bueno, mas não melhorou. Nem perto disso.

FICHA TÉCNICA
Grêmio 5 x 1 Santos

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Data: 6 de maio de 2018
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Cleberson do Nascimento Leite e Marcelino Castro de Nazare (PE)
Público: 27.844
Cartões amarelos: Santos: Lucas Veríssimo, Dodô e Alison.

GOLS:
Grêmio: Maicon e Everton, aos 30 e 46 do 1T; Maicon, André e Arthur, aos 9, 24 e 34 do 2T
Santos: Jean Mota, aos 32 do 1T

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Madson), Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez (Marcelo Oliveira); Maicon, Arthur, Ramiro, Luan e Everton; André (Jael)
Técnico: Renato Gaúcho

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Léo Cittadini (Copete) e Jean Mota; Eduardo Sasha, Rodrygo (Vitor Bueno) e Gabigol (Arthur Gomes)
Técnico: Jair Ventura

Fonte: Gazeta Esportiva.net


Tags: Grêmio, tricolor, Gauchão, Renato Portaluppi





Opinião do internauta

Deixe sua opinião

DESTAQUES ANTERIORES

Datas anteriores:

Relacionadas

Comemoramos hoje - 19.10

  • Dia de São Paulo da Cruz
  • Dia do Anjo Habuhiah
  • Dia do Guarda Noturno
  • Dia do Profissional de Informática