Últimas notícias

Esportes

RSS
28.05.2018 | Futebol

Grêmio sofre para furar retranca, mas vence o Ceará no Castelão

Grêmio e Ceará se enfrentaram pelo Campeonato Brasileiro (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Depois de dois empates sem gols, o Grêmio voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Jogando na Arena Castelão, pela sétima rodada da competição, os comandados de Renato Gaúcho sofreram para furar o bloqueio do Ceará, armado pelo estreante Jorginho, mas saíram de campo com uma vitória por 1 a 0. O gol solitário foi marcado por Thonny Anderson, já na reta final da segunda etapa.

Apesar de jogar em casa, o Alvinegro se postava totalmente recuado, em uma verdadeira retranca. Os visitantes eram os donos da posse de bola e buscavam a todo momento infiltrações na área, porém, em todo o primeiro tempo, a estratégia só teve êxito uma vez, quando Everton acertou a trave.

Diferente da primeira etapa, a equipe de Renato Gaúcho ultrapassava a postura defensiva do adversário no segundo tempo e terminava as jogadas com arremates, desperdiçando boas chances de gol. De tanto martelar, os visitantes conseguiram marcar aos 35 minutos, e, por ironia, através de um contra-ataque finalizado por Thonny Anderson, que deu o magro triunfo aos gaúchos.

Com o resultado, o Grêmio chega aos 12 pontos e assume a quinta colocação. O Vozão, por sua vez, continua sem conhecer o gosto da vitória, soma apenas três pontos na competição e segue na zona de rebaixamento ao estacionar no 19º lugar.

Na próxima rodada, o Ceará viaja a Santa Catarina, onde enfrentará a Chapecoense, na Arena Condá, nesta quarta-feira às 21h (de Brasília). Já o Imortal recebe o Fluminense na Arena do Grêmio no mesmo dia, porém, um pouco mais tarde: às 21h45 (de Brasília)

O Jogo

Mesmo jogando em seus domínios, o Ceará se postava atrás da linha da bola e buscava escapar em contra-ataques. O Grêmio, por sua vez, ditava o ritmo do jogo e rondava a área adversária, esperando o momento certo para uma infiltração.

Logo aos quatro minutos a estratégia gremista deu certo. Cícero recebeu bola na intermediária e lançou Everton, que tirou a marcação ao dominar no peito e quase sem ângulo carimbou a trave de Éverson. Mais tarde, o atacante foi acionado mais uma vez ao fechar uma diagonal pela ponta esquerda em direção à área, mas adiantou muito a bola, que ficou com o goleiro.

Após os primeiros quinze minutos, os mandantes conseguiram estabilizar o sistema defensivo, dificultar a troca de passes do adversário e até escapavam para o ataque. Aos 22, Wescley dominou na entrada da área e tocou para Juninho desperdiçar boa chance ao arrematar para fora.

Apesar neutralizar o ímpeto ofensivo do Grêmio, o Alvinegro pecava na construção das jogadas e sequer assustava Marcelo Grohe. Sem conseguir mais bons passes para entrar na área, os visitantes começaram a abusar das bolas alçadas à área, facilmente afastadas pela alta dupla de zaga do Vozão.

Ao ver que nenhuma das alternativas de sua equipe dava certo, Everton tentou uma jogada individual e levou perigo. O melhor jogador do Campeonato Gaúcho deste ano foi acionado pela ponta esquerda, trouxe para dentro e acertou um chute forte, mas a bola foi à direita da meta adversária.

A segunda etapa começou quente. Logo no primeiro minuto, André fez o pivô para Everton, o atacante adiantou a bola, entrou na área e deu um corte em Luiz Otávio. O zagueiro ao deslizar deixou o braço para trás, encostando de leve no atacante, que caiu. O árbitro deu o pênalti no primeiro momento, mas voltou atrás e ainda deu cartão amarelo ao gremista por simulação.

Mais tarde, o camisa 11 do Grêmio voltou a protagonizar uma boa jogada. O jogador foi para cima da marcação e sofreu uma falta na risca da grande área, porém, o juiz viu o contato fora da linha e marcou a infração fora da área, deixando de marcar um pênalti. Na cobrança, Cícero conseguiu passar a barreira, mas parou no goleiro Éverson.

Passados os momentos de polêmica, a equipe de Renato Gaúcho seguiu pressionando em busca do gol. Diferente do primeiro tempo, as jogadas eram concluídas com finalizações. Thaciano, que entrou no lugar de André, foi o responsável por duas boas oportunidades. Na primeira, recebeu na área e bateu cruzado, forçando o arqueiro a espalmar. Enquanto na segunda, arriscou de longe para outra intervenção do goleiro.

O Grêmio tanto fez que abriu o placar aos 35 minutos. Após cobrança de escanteio do Ceará, a zaga gremista afastou e a bola caiu com Everton, sempre ele, que puxou contra-ataque em velocidade, deu uma meia-lula no marcador e cruzou para Thonny Anderson cabecear, estufando as redes.

Na reta final, o Vozão se lançou ao ataque, mas não forçou Grohe a sequer uma defesa. Com isso, os visitantes se reabilitam na competição, enquanto a equipe do estreante Jorginho segue na zona de rebaixamento e sem conhecer uma vitória.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 0x1 GRÊMIO

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 27 de maio de 2018, domingo
Horário: 19h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (Fifa-MT)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Cartões amarelos: Richardson, Samuel Xavier, Wescley e Elton (Ceará). Ramiro e Everton (Grêmio)
Gols:
GRÊMIO: Thonny Anderson aos 35 minutos do segundo tempo

CEARÁ: Éverson; Samuel Xavier, Rafael Pereira (Valdo), Luiz Otávio e Romário; Juninho, Richardson, Ricardinho (Douglas Coutinho) e Wescley; Elton e Felipe Azevedo (Hyuri)
Técnico: Jorginho

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Lima), Kannemann, Bressan e Bruno Cortez; Jaílson, Maicon (Thonny Anderson), Ramiro, Cícero e Everton; André (Thaciano)
Técnico: Renato Gaúcho

Fonte: Gazeta Esportiva.net


Tags: Grêmio, tricolor, Brasileiro Série A, Renato Portaluppi, Ceará





Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Relacionadas

Comemoramos hoje - 22.06

  • Dia de São Tomás More
  • Dia do Aeroviário
  • Dia do Anjo Iiaiel
  • Dia do Orquidófilo
  • Dia Mundial do Fusca