Últimas notícias

Esportes

RSS
28.05.2018 | Automobilismo

Ricciardo encerra fim de semana perfeito com vitória em Mônaco

A largada do GP de Mônaco não teve trocas de posição, nem acidentes (Foto: Boris Horvat/AFP)

Em corrida com poucas mudanças de posição, Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) venceu o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1. O australiano dominou o fim de semana desde os treinos livres e confirmou sua superioridade em Monte Carlo neste domingo, segurando Sebastian Vettel durante todas as 78 voltas. A vitória foi a primeira de Ricciardo em Mônaco na carreira.

Na largada, nenhum dos pilotos das primeiras posições tentou uma manobra mais arriscada. Não houve ultrapassagens, nem acidentes, e as posições do grid de largada se mantiveram. Na outra ponta do grid, Verstappen iniciava sua corrida de recuperação, que lhe rendeu a nona

A vitória deixa Ricciardo com 62 pontos e na quarta posição. O líder do Mundial de Pilotos ainda é Lewis Hamilton, seguido por Sebastian Vettel, Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen. A próxima etapa do Mundial de Fórmula 1 será daqui a duas semanas, no Canadá.

A corrida

Como já se esperava, a corrida quase não teve ultrapassagens nas primeiras voltas. Ricciardo, assim como nos treinos, era o mais rápido e não era ameaçado por Vettel. As únicas mudanças de posição aconteciam na parte de trás da corrida, principalmente com o holandês Verstappen, bem mais rápido que seus concorrentes.

As mudanças de posição não vieram nem na primeira rodada de pit stops. Nenhum dos pilotos do top 5 tiveram problemas na parada e se mantiveram nas posições em que largaram. Por outro lado, a parada de Sergio Perez (MEX/Force India) demorou muito e ele voltou na 15ª posição depois de largar em 9º.

O domínio de Ricciardo acabou na volta 28. O piloto da Red Bull perdeu potência e viu a Ferrari de Vettel encostar, diminuindo a diferença entre eles para menos de um segundo. Mas, mesmo com dificuldades, o australiano conseguiu contornar seu problema e manter distância segura do alemão.

Na terceira posição desde a largada, Hamilton tirava proveito das brigas por posições. Enquanto Raikkonen e Bottas brigavam pela quarta posição, o britânico encostava em Vettel e Ricciardo.

O primeiro abandono da corrida veio na 54ª volta. Fernando Alonso (ESP/McLaren), que defendia a sétima posição, teve problemas no câmbio de seu carro e teve de deixar a prova. Uma pena para o espanhol, que largou na sétima posição e perdeu boa chance de pontuar.

Enquanto Ricciardo se mantinha na liderança, seu companheiro Verstappen continuava sua corrida de recuperação. Com 20 voltas restantes, o holandês ocupava a nona posição após ultrapassagem difícil sobre Sainz (ESP/Renault). Poucas voltas depois, Verstappen fez volta de 1:14.260, a melhor da história do GP de Mônaco.

Nas últimas voltas, Vettel tentava encostar em Ricciardo, Raikkonen e Bottas brigavam pela quarta posição e Gasly, Hulkenberg e Verstappen brigavam pela sétima posição. No entanto, após batida entre Leclerc (MON/Sauber) e Hartley (NZE/Toro Rosso), o Safety Car virtual foi acionado. A bandeira amarela esfriou as brigas por posições em Monte Carlo, beneficiando Daniel Ricciardo, primeiro a cruzar a linha de chegada.

Posições finais do Grande Prêmio de Mônaco

1º Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
2º Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
3º Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)
4º Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)
5º Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
6º Estaban Ocon (FRA/Force India)
7º Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso)
8º Nico Hulkenberg (ALE/Renault)
9º Max Verstappen (HOL/Red Bull)
10º Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso)

Fonte: Gazeta Esportiva.net


Tags: Automobilismo, Fórmula 1, F1, Motor, Mônaco, Daniel Ricciardo, Lewis Hamilton





Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Datas anteriores:

Relacionadas

Comemoramos hoje - 24.06

  • Dia das Empresas Gráficas
  • Dia de São João
  • Dia do Anjo Haheuiah
  • Dia do Caboclo
  • Dia do Observador Aéreo
  • Dia Internacional do Disco voador
  • Dia Internacional do Leite
  • Festa de São João Batista - Porto Alegre