Últimas notícias

Hoje na história

RSS
23 de maio de 2007.

Assassinos de Zoran Djindjic condenados a 40 anos de prisão


Os dois principais acusados pelo assassinato do primeiro-ministro sérvio Zoran Djindjic, em 2003, foram condenados a uma pena máxima de 40 anos de prisão.
Milorad Ulemek, conhecido por Legija e considerado o cérebro do assassinato, e Zvezdan Jovanovic, o homem que disparou sobre o primeiro-ministro, foram declarados culpados de conspiração, entre o final de 2002 e o início de 2003, para a realização de crimes contra a ordem constitucional.
Os outros acusados foram condenados a penas que variam entre oito e 35 anos de prisão.

Tags: Zoran Djindjic






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 20.08

  • Dia de São Bernardo
  • Dia do Anjo Cahethel
  • Dia do Maçom