Últimas notícias

Hoje na história

RSS
08 de junho de 1986.

Kurt Waldheim, candidato conservador a presidência da Áustria, ganha a eleição no segundo turno


Apesar de alegações sobre seu envolvimento em atrocidades nazistas na Segunda Guerra Mundial, Kurt Waldheim é eleito presidente da Áustria
Kurt Josef Waldheim foi Secretário-geral da ONU de 1972 a 1981 e Presidente da República federal de Áustria de 1986 a 1992. Durante a Segunda Guerra Mundial, foi capitão da SA e participou da ocupação da Iugoslávia como tradutor. Foi eleito Secretário Geral da ONU em Janeiro de 1972.
Empenhou-se bastante nas intervenções da ONU para resolver crises, como a israelense-árabe. Foi reeleito para um segundo mandato em 1978. Ele propunha a necessidade de um desenvolvimento econômico para os países mais pobres.
Também reagiu ao massacre dos Hutus no Burundi, num relatório de Junho de 1972, qualificando-o de genocídio. Esta matança havia feito mais de 80 000 mortos. Falha em obter um terceiro mandato, devido ao veto da China. Contudo o seu secretariado é visto como um fracasso, pois a ONU saiu dos anos 70 mais paralisada e ineficaz do que ela entrara. Por fim em 1982, o New York Times revela o seu passado nazista.
Em 1986 é eleito presidente da Áustria como candidato do ÖVP (partido popular austríaco). É então que o seu passado nazista ressurge. Ele reconhece ter pertencido a uma unidade responsável de atrocidades na Iugoslavia, mas recusa-se no entanto a demitir-se como lhe havia pedido o partido socialista. A maior parte dos estados europeus e os Estados Unidos consideram-no Persona non grata.
O Congresso Judeu Mundial acusa-o de ter inclusive participado da deportação dos judeus da Grécia. Porém, ele leva o seu mandato até o fim (1992).

Tags: Kurt Waldheim, nazismo






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 14.11

  • Dia de São Lourenço
  • Dia de São Serapião
  • Dia do Anjo Nelchael
  • Dia dos Bandeirante
  • Dia Mundial do Diabetes
  • Dia Nacional da Alfabetização