Últimas notícias

Hoje na história

RSS
20 de janeiro de 2002.

Celso Daniel é encontrado morto


Celso Daniel, prefeito de Santo André, São Paulo, é encontrado morto pela polícia em Juquitiba. Ele havia sido seqüestrado dois dias antes quando saía de um restaurante, onde havia jantado com um amigo.

Celso Daniel, tinha cinqüenta anos de idade quando ocupava o cargo de prefeito de Santo André, pela segunda vez.

Ele foi seqüestrado dia 18 de janeiro de 2002, no fim da noite de uma sexta-feira, quando saía de uma churrascaria localizada no bairro dos Jardins, região central de São Paulo.

Segundo as informações divulgadas pela imprensa, o prefeito estava dentro de um carro blindado, Pajero, na companhia do empresário Sérgio Gomes da Silva, conhecido também como o Sombra. O carro teria sido perseguido por outros três veículos: um de marca Santana, um Tempra e uma Blazer.

Na rua Antônio Bezerra, perto do número 393, no bairro do Sacomã, os criminosos fecharam o carro do prefeito. Tiros foram disparados contra os pneus e vidros traseiro e dianteiro de seu carro.

Gomes da Silva, que era o motorista, disse que na hora a trava e o câmbio da Pajero não funcionaram. Os bandidos armados então abriram a porta da Pajero blindada em que estava o prefeito, arrancaram-no de lá e levaram-no embora. O empresário Sérgio Gomes da Silva ficou no local e nada aconteceu com ele.

Na manhã do dia 20 de janeiro de 2002, domingo, o corpo do prefeito Celso Daniel, com onze tiros, foi encontrado na Estrada das Cachoeiras, no Bairro do Carmo, na altura do Km 328 da rodovia Régis Bittencourt (BR-116), em Juquitiba.

Tags: Corrupção, assassinato, PT






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 21.07

  • Dia de São Daniel
  • Dia do Anjo Hahasiah
  • Dia Internacional do Trabalhador Doméstico