Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Segunda-Feira, 10 de Outubro de 1982.

O frade franciscano polonês “Maximiliano Kolbe” é canonizado pelo Papa João Paulo II. Kolbe foi preso pela Gestapo durante a Segunda Guerra Mundial, por dar abrigo e proteção a muitos refugiados, incluindo cer

Maximiliano Maria Kolbe em 1939

São Maximiliano Kolbe nascido Rajmund Kolbe (Zdunska Wola (Polônia), 8 de Janeiro de 1894 – Auschwitz, 14 de Agosto de 1941), foi um frade franciscano da Polônia que se voluntariou para morrer de fome em lugar de um pai de família no campo de concentração nazista de Auschwitz, como castigo pela fuga de um prisioneiro.

Franciscano desde 1907, fundou em 16 de Outubro de 1917 a Milícia da Imaculada, associação destinada ao apostolado católico e mariano. Instalou uma tipografia católica e editou a revista mariana Cavaleiro da Imaculada que alcançou a tiragem de um milhão de exemplares. Chegou a instalar uma emissora de rádio e a estender suas atividades apostólicas até o Japão: entre 1930 e 1936 foi missionário em Nagasaki.

Durante a Segunda Guerra Mundial deu abrigo a muitos refugiados, incluindo cerca de 2000 judeus. Em 17 de Fevereiro de 1941 é preso pela Gestapo, já que os nazistas temiam a sua influência na Polônia. É transferido para Auschwitz em 25 de Maio como prisioneiro nº 16670.

Em Julho de 1941, um homem do bunker de Kolbe foge e como represália, os nazistas enviam para uma cela isolada 10 outros prisioneiros para morrer de fome e sede (o prisioneiro fugitivo é mais tarde encontrado morto, afogado numa latrina). Um dos dez lamenta-se pela família que deixa, dizendo que tinha mulher e filhos, e Kolbe pede para tomar o seu lugar. O pedido é aceito. Na realidade, o Padre Kolbe aceitava o martírio para praticar heroicamente seu múnus sacerdotal, dando assistência religiosa e ajudando a morrer virtuosamente aqueles pobres condenados. Duas semanas depois, só quatro dos dez homens sobrevivem, incluindo Kolbe. Os nazistas decidem então executá-los com uma injeção de Fenol (ácido carbólico).

Foi canonizado pelo Papa João Paulo II em 10 de outubro de 1982, na presença de Franciszek Gajowniczek, o homem cujo lugar tomou e que sobreviveu aos horrores de Auschwitz.

Em Julho de 1998 a Igreja da Inglaterra ergueu uma estátua de Kolbe em frente à Abadia de Westminster em Londres, como parte de um conjunto monumental dedicado à memória de dez mártires do século XX.

Fonte: Wikipédia


Tags: Gestapo, Hitler, nazismo, Segunda Guerra Mundial, Auschwitz, Maximiliano Kolbe






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.11

  • Dia da Bandeira
  • Dia da Caminhada da Bandeira
  • Dia de Santa Matilde de Hackeborn
  • Dia de Santo Abdias
  • Dia do Anjo Haaiah
  • Dia do Cordelista
  • Dia Internacional do Homem
  • Dia Internacional do Xadrez
  • Dia Mundial da Prevenção a Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes