Últimas notícias

Hoje na história

RSS
05 de junho de 2004.

Morre Ronald Reagan, quadragésimo presidente dos Estados Unidos da América


Ronald Wilson Reagan (6 de Fevereiro, 1911 - 5 de Junho, 2004) foi o 40º (1981-1989) Presidente dos Estados Unidos da América e o 33º governador da Califórnia (1967-1975).

Nascido em Illinois, Reagan de mudou para Los Angeles, California na decada de 1930, aonde trabalhou como ator e tornou-se presidente da Screen Actors Guild (SAG), e porta voz da General Electric (GE). Sua carreira política tem suas origens durante seu trabalho para a General Eletric. Originalmente membro do Partido Democrata, Reagan mudou para o Partido Republicano em 1962, tendo na época 51 anos de idade, creditando tal mudança as posições cada vez mais esquerdizantes do Partido Democrata, afirmando que o Partido Democrata o havia abandonado, ao deixar de ser o partido de Jefferson, Jackson, e Cleveland para se tornar o partido de Marx, Lenin, e Stalin[1].

Após realizar o seu ilustre discurso A Time for Choosing, em apoio a candidatura de Barry Goldwater a presidencia dos Estados Unidos em 1964, Reagan tornou-se um fenomeno no Partido Republicando, ganhando forte apoio nas camadas de eleitores do partido sendo persuadido a se candidatar ao cargo de Governador da Califórnia, sendo eleito para o cargo 2 anos depois em 1966 e re-eleito em 1970. Em 1968 e 1976, Reagan participou das primárias republicanas para escolha do candidato republicano a presidência, sendo derrotado nesses dois anos. No entanto, em 1980 Reagan finalmente vence as primárias republicanas, e logo após, elege-se presidente dos Estados Unidos.

Como presidente, Reagan implementou uma série de ousadas iniciativas econômicas e novas políticas. Sua política de supply-side economics, batizada popularmente de Reaganomics, incluiu desregulações cortes de impostos em grande proporção, sendo implementadas já no seu primeiro ano de mandato em 1981. Em seu primeiro mandato, Reagan sobreviveu a tentativa de assassinato, enfrentou uma greve geral dos controladores de tráfico aéreo, a qual Reagan reagiu rápida e duramente encerrando a greve de maneira ágil com um ultimato aos grevistas, no qual eles deveriam se apresentar ao trabalho ou procurar um novo, e ordenou a Invasão de Granada afim de proteger os cidadãos americanos residentes na ilha sob ameaça por parte do regime comunista recém-instaurado. Reagan foi re-eleito em 1984 em uma vitória massacrante, ganhando em todos os Estados americanos, exceto Washington, DC e o estado natal de seu oponente (Walter Mondale).

O segundo mandato de Reagan foi marcado principalmente por suas políticas externas, especialmente o fim da Guerra Fria, os ataques aéreos a Líbia em resposta ao seqüestro de aviões comerciais americanos e o auxílio americano a resistência afegã. Reagan durante seu segundo mandato renunciou a estratégia de apaziguamento (détente) com a União Soviética, aumentando maciçamente os investimentos militares americanos. Reagan descreveu publicamente a URSS como Um Império do Mal e deu amplo apoio a movimentos anti-comunistas e de resistência na America Latina, África, Ásia e Europa. Reagan também negociou com Mikhail Gorbachev um acordo de não proliferação nuclear, resultando na diminuição do arsenal nuclear de ambos os países.

Reagan deixou a presidência dos Estados Unidos em 1989, obtendo os maiores índices de aprovação popular do século XX nos Estados Unidos.

Em 1994, Reagan anunciou em carta a nação que ele sofria do Alzheimer, morrendo 10 anos depois, com 93 anos de idade. De todos os presidentes dos Estados Unidos, foi o 2º que teve maior longevidade (a seguir a Gerald Ford) (93 anos, 120 dias) e o que foi eleito com idade mais avançada (69 anos, 349 dias).


Tags: Presidente, Estados Unidos, Ronald Reagan






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 20.11

  • Dia da Consciência Negra
  • Dia de Santo Edmundo
  • Dia de Santo Otávio
  • Dia do Anjo Ierathel
  • Dia do Auditor
  • Dia do Aviador e da FAB
  • Dia do Biomédico
  • Dia do Técnico em Contabilidade - Porto Alegre
  • Dia Mundial da Criança (Onu)