Últimas notícias

Hoje na história

RSS
06 de março de 1836.

Batalha do Álamo: forças mexicanas capturam o forte

O Álamo, como desenhado em 1854

A Batalha do Álamo, ocorrida entre 23 de fevereiro e 6 de março de 1836, foi um evento crucial na Revolução do Texas, nos Estados Unidos. Depois de um cerco de treze dias, as tropas mexicanas sob o comando do presidente general Antonio López de Santa Anna lançaram um ataque sobre a missão Álamo, perto de San Antonio de Béxar (atual San Antonio, Texas). Todos os defensores texanos foram mortos. A crueldade percebida durante a batalha inspirou muitos americanos, tanto colonos do Texas quanto aventureiros dos Estados Unidos, a se juntarem ao exército texano. Estimulado por um desejo de vingança, os texanos derrotaram o exército mexicano na Batalha de San Jacinto, no dia 21 de abril de 1836, terminando a revolução.

Vários meses antes, todas as tropas mexicanas haviam sido expulsas do Texas Mexicano, e cerca de 100 texanos estavam então guarnecidos no Álamo. A força texana cresceu um pouco, com a chegada de reforços liderados pelos co-comandantes James Bowie e William B. Travis. Em 23 de fevereiro, cerca de 1 500 mexicanos marcharam em San Antonio de Béxar como o primeiro passo em uma campanha para retomar o Texas. Pelos dez dias seguintes, os dois exércitos envolveram-se em vários conflitos com baixas mínimas. Ciente de que sua guarnição não poderia resistir a um ataque por uma força tão grande, Travis escreveu várias cartas pedindo por mais homens e suprimentos, mas menos de 100 homens chegaram como reforços.

Nas primeiras horas da manhã do dia 6 de março, o exército mexicano avançou para o Álamo. Após repelir dois ataques, os texanos não foram capazes de repelir um terceiro. Como os soldados mexicanos escalaram as paredes externas, a maioria dos soldados texanos se retirou para os edifícios interiores. Os defensores incapazes de chegar a esses lugares foram mortos pela cavalaria mexicana enquanto tentavam escapar. Entre cinco a sete texanos teriam se rendido e foram rapidamente executados. A maioria dos relatos de testemunhas oculares cita entre 182 a 257 texanos mortos, enquanto a maioria dos historiadores concorda que no Álamo entre 400 e 600 mexicanos foram mortos ou feridos. Vários combatentes foram enviados para a cidade de Gonzales, com o intuito de espalhar a notícia da derrota texana, o que provocou tanto uma forte corrida para se juntar ao exército texano, quanto um forte pânico, conhecido como "The Runaway Scrape", no qual oexército texano, a maioria dos colonos e o novo governo da República do Texas fugiam dos avanços do exército mexicano.

No México, a batalha tem sido muitas vezes ofuscada pelos acontecimentos da Guerra Mexicano-Americana ocorrida entre 1846 e 1848. No Texas do século XIX, o complexo do Álamo gradualmente tornou-se conhecido como um local de batalha, e não uma ex-missão. O legislativo do Texas comprou o terreno e os edifícios no início do século XX, e designou a capela Álamo como um santuário do Estado do Texas. O Álamo se tornou "o local turístico mais popular no Texas".2 e tem sido objeto de numerosas obras de não-ficção que começaram a ser produzidas ainda em 1843. A maioria dos americanos, no entanto, estão mais familiarizados com os mitos espalhados por filmes e pelas adaptações para televisão,3 incluindo a minissérie da Disney Davy Crockett, exibida na década de 1950, e o filme The Alamo, dirigido por John Wayne e lançado em 1960. Em termos de etnia entre os defensores texanos, 13 eram texanos nativos, 11 com ascendência mexicana. O resto dos defensores de Álamo consistiu de 41 homens nascidos na Europa, dois judeus, dois negros, e o restante foi de americanos de outros estados. As forças de Antonio López eram um conglomerado de ex-cidadãos espanhóis, mestiços hispano-mexicanos e indígenas mexicanos.

Fonte: Wikipédia


Tags: Guerra Mexicano-Americana, batalha, Buena Vista, Álamo






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 23.07

  • Dia de Santa Brígida
  • Dia do Anjo Nanael
  • Dia do Guarda Rodoviário