Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Sábado, 03 de Março de 1687.

O Bandeirante Domingos Jorge Velho é contratado pelo governo colonial, para destruir o Quilombo dos Palmares


Domingos Jorge Velho (Parnaíba, Capitania de São Paulo, 1641 - Piancó, capitania da Paraíba, 1705) foi um bandeirante brasileiro Mestre de Campo no Governo de Estevão Ribeiro Baião Parente.

Filho de Francisco Jorge Velho e de Francisca Gonçalves (de Camargo) foi um dos maiores bandeirantes do Brasil.

A 3 de março de 1687, Domingos Jorge Velho assinou com o governador João da Cunha Souto Maior as condições para atacar o quilombo dos Palmares. Em 3 de dezembro de 1691, o governador de Pernambuco, o Marquês de Montebelo, confirmou as disposições acertadas antes entre Souto Maior e Domingos Jorge Velho para a campanha de destruição dos mocambos. O contrato foi ratificado pelo Marquês no mesmo dia e confirmado pela Carta Régia de 7 de abril de 1693, que estipulava as mútuas obrigações. Domingos Jorge Velho marchou imediatamente ao local, dando início a anos de combate. Contou com constantes reforços de contingentes novos, inclusive de Bernardo Vieira de Melo, mais tarde promotor da Guerra dos Mascates. Apenas em 1695 estaria o quilombo destruído. Calcula-se que no Quilombo de Palmares viviam quinze mil negros fugidos à escravidão. No mesmo ano de 1695, foi morto Zumbi.

Tags: Quilombo, Palmares, Zumbi






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 15.12

  • Dia da Mulher Profissional de Direito
  • Dia de Santa Cristiana
  • Dia de São Mesmino
  • Dia do Esperanto
  • Dia do Jardineiro
  • Dia do Jornaleiro