Últimas notícias

Hoje na história

RSS
01 de maio de 1941.

Rosebud: O filme de Orson Welles, “Cidadão Kane”, baseado na vida do magnata do jornalismo “William Randolph Hearst”, estréia na Broadway

Orson Welles como Charles Foster Kane
Citizen Kane (Cidadão Kane) é um filme norte-americano de 1941, do gênero drama, dirigido por Orson Welles.

Cidadão Kane é baseado na vida do magnata do jornalismo “William Randolph Hearst” (publicamente, Welles negava), e conta a história do personagem ficcional “Charles Foster Kane”, um menino pobre que acaba se tornando um dos homens mais ricos do mundo.

William Randolph Hearst (San Francisco, 29 de abril de 1863 - Beverly Hills, 14 de agosto de 1951) foi um magnata da imprensa norte-americana.

Na época áurea, sua empresa, a Hearst Corporation, foi proprietária de 28 jornais, entre eles o San Francisco Examiner, o Chicago Examiner, o The New York Journal e o Boston American, além de 18 revistas, entre as quais a “Cosmopolitan” e a “American Weekly”. Possuía também cadeias de rádio e uma produtora de filmes.

Hearst é considerado um dos precursores da chamada imprensa marrom. Em 1974, sua neta Patricia Campbell Hearst foi seqüestrada por membros do Exército Simbionês de Libertação.

Hearst levou 15 anos para construir um castelo, seu sonho de infância. O “Hearst Castle” que fica na Califórnia.

O filme inicia com a sua morte de “Charles Foster Kane”, quando se pronuncia a palavra “Rosebud”, que acaba levando um jornalista a investigar a vida de Kane para descobrir o sentido da palavra. Entrevistando pessoas do passado de Kane, o jornalista mergulha na vida de um homem solitário, que desde a infância é obrigado a seguir a vontade alheia. Ninguém ao seu redor importa-se com Kane, que busca por meio da aquisição de bens e pessoas encontrar a infância perdida.

O filme teve sua estréia na Broadway em 1º de maio de 1941. Foi nomeado para o Prêmio Oscar em todas as categorias, mas só ganhou na categoria de Melhor Roteiro Original para Herman Melcowitz e Orson Welles.

Cidadão Kane é freqüentemente citado como sendo uma das mais inovadoras obras na história do cinema. O “American Film Institute” o coloca em primeiro lugar em sua lista de 1997 dos 100 maiores filmes de todos os tempos nos Estados Unidos, e também na lista revisada de 2007.

Numa recente sondagem entre críticos e diretores de filmes realizada pelo “British Film Institute”, Cidadão Kane foi considerado o melhor filme de todos os tempos por ambos os grupos.

Cidadão Kane foi o primeiro filme longa-metragem dirigido por Orson Welles, considerado um rapaz prodígio, e que havia angariado fama com suas peças de teatro e narrações radiofônicas. Mesmo dirigindo outros filmes após Cidadão Kane, Orson Welles nunca mais conseguiu restabelecer sua fama a ponto de ser contratado novamente por um grande estúdio de Hollywood.

Segundo David Thomson autor de “Rosebud: The Story of Orson Welles”, Rosebud foi o maior segredo do cinema.


O simbólico trenó “Rosebud” utilizado no filme foi comprado pelo cineasta Steven Spielberg em 1982 pela quantia de US$ $ 60.500, até hoje o preço mais alto pago por uma peça de algum filme. Spielberg comentou que Rosebud vai sempre ficar na frente de minha máquina de escrever para me lembrar que a qualidade em filmes vem em primeiro lugar

Em 1989, o ensaísta Gore Vidal citou rumores de que Rosebud era um apelido que Hearst usava para sua amante Marion Davies, numa referência ao seu clitóris, uma alegação repetida como verdade em 1996 no documentário “The Battle Over Citizen Kane” (A Batalha Por Cidadão Kane) e novamente em 1999 no drama “RKO 281”.


Elenco:

Orson Welles .... Charles Foster Kane
Joseph Cotten .... Jedediah Leland
Dorothy Comingore .... Susan Alexander
Agnes Moorehead .... srta. Mary Kane
Ruth Warrick .... Emily Norton Kane
Ray Collins .... James Jim W. Gettys
Erskine Sanford .... Herbert Carter
Everett Sloane .... Bernstein
William Alland .... Jerry Thompson
Paul Stewart .... Raymond
George Coulouris .... Walter Parks Thatcher
Fortunio Bonanova .... Matiste
Georgia Backus .... Bertha

Tags: Cinema, Filme, Orson Welles, Hollywood, Roberto Marinho, Rede Globo






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 18.09

  • Dia de Santa Sofia
  • Dia do Anjo Aniel
  • Dia dos Símbolos Nacionais