Últimas notícias

Hoje na história

RSS
21 de março de 2008.

Vem a público que os registros confidenciais dos passaportes de John McCain, Barack Obama e Hillary Clinton foram violados


O Departamento de Estado dos Estados Unidos revelou em 21 de março de 2008 que registros confidenciais dos passaportes dos três candidatos à Presidência do país foram violados.

O republicano John McCain e os democratas Barack Obama e Hillary Clinton tiveram seus arquivos espionados por funcionários do próprio departamento.

Dois dos três funcionários flagrados espionando foram demitidos. Eles eram empregados da Stanley Inc., empresa encarregada da fabricação de passaportes nos EUA. O que não era terceirizado foi punido, mas manteve o emprego.

A então secretária de Estado, Condoleezza Rice, apresentou pessoalmente suas desculpas aos três candidatos.

O incidente foi mais um embaraço para o governo de George W. Bush e retoma a memória da polêmica de 1992, surgida quando funcionários do mesmo departamento pesquisaram registros de passaporte de Bill Clinton quando ele era o candidato democrata à Presidência. Na época, George Bush “pai” ocupava a Casa Branca.

Os passaportes norte-americanos, além dos registros das viagens, também incluem o nº de Seguridade Social, o que pode ser usado para se descobrir informações pessoais sobre um indivíduo, como, por exemplo, se ele tem dívidas na praça.

Tags: Espionagem, John McCain, Barack Obama, Hillary Clinton






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 20.10

  • Dia de Santa Iria
  • Dia do Anjo Rochel
  • Dia do Arquivista
  • Dia do Poeta
  • Dia Internacional do Chef de Cozinha
  • Dia Internacional do Controlador de Tráfego Aéreo
  • Dia Mundial e Nacional da Osteoporose