Últimas notícias

Hoje na história

RSS
24 de março de 1991.

Ayrton Senna vence pela primeira vez o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1

Uma das imagens míticas de Senna é a do pódio do GP do Brasil em 1991.

O Grande Prêmio do Brasil de 1991 foi o segundo Grande Prêmio da temporada de 1991 da Fórmula 1 realizado em Interlagos no dia 24 de Março de 1991. Esta corrida marcou a primeira vitória de Ayrton Senna no Brasil pilotando um Fórmula 1. Aliado a isso, o fato da corrida ter possuído um final dramático, com a perda de quase todas as marchas de sua McLaren e o consequente desgaste físico acima do normal, fazendo com que ele não conseguisse sair do carro sozinho, fez dessa corrida uma das mais lembradas da carreira do piloto brasileiro. Foi a primeira vitória de um brasileiro em um grande prêmio disputado no Brasil desde 1986, quando Nelson Piquet saiu vitorioso com Senna em segundo lugar.

Corrida

A corrida começou com Senna na liderança e Mansell em segundo, quando este conseguiu a ultrapassagem em Patrese logo após a largada. Senna e Mansell ditavam o ritmo da prova abrindo larga vantagem com relação aos seus adversários. Com esse andamento, os pit stops poderiam fazer a diferença para se conhecer o vencedor da prova. A parada da McLaren foi perfeita, igualmente o da Williams. Porém Mansell, com um pneu furado, teve que fazer uma segunda parada, o que deu a Senna alguns segundos de vantagem sobre Patrese, que assumiu a segunda colocação. Neste momento, os problemas mecânicos começaram a aparecer no carro do brasileiro. Primeiro Senna perdeu a quarta marcha, tendo assim, que passar da terceira direto para a quinta. Depois, nenhuma marcha funcionava sem que o piloto brasileiro tivesse que segurar a alavanca de marchas para que ela permanecesse engatada. Senna teve que segurar a alavanca de câmbio com a mão direita e pilotar com a esquerda. Nesse ínterim, Mansell, com problemas no câmbio semiautomático, abandonou a prova. Devido ao problema no seu câmbio, a diferença de Senna para Patrese diminuía a cada volta. O brasileiro, terminou a corrida só com a sexta marcha funcionando normalmente. Faltando duas voltas para o final, começou a chover em Interlagos, o que acabou decidindo a corrida. Após cruzar a linha final, Senna permaneceu no carro, sem forças para sair. Depois, auxiliado, entrou em um carro da organização e foi para os boxes. No pódio ficou evidente seu esforço para obter a vitória. Ele mal conseguiu levantar a taça, precisando de ajuda para fazê-lo.

Ayrton Senna, tricampeão, fechou a temporada de 1991 com sete vitórias, doze pódios e 96 pontos.


Tags: Ayrton Senna, Senna, GP, fórmula um, fórmula 1, Grande Prêmio do Brasil, Grande Prêmio






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 13.11

  • Dia de São Diego de Alcalá
  • Dia do Anjo Pahaliah
  • Dia do Mau Humor
  • Dia do Moço Espírita
  • Dia Nacional da Família na Escola