Últimas notícias

Hoje na história

RSS
10 de julho de 1991.

Boris Yeltsin inicia seu madato como primeiro presidente da Rússia após o fim da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas


Bóris Nicoláievitch Yeltsin (Butka, 1º de fevereiro de 1931 — Moscou, 23 de abril de 2007) foi um político russo, com um importante papel na história recente da União Soviética e da Federação Russa.

Era casado com Naina Iosifovna Ieltsina, com quem teve duas filhas, Iélena e Tatiana, nascidas em 1957 e 1958, respectivamente.

Foi o primeiro presidente da Rússia em 1991, após o fim da União Soviética, e o primeiro eleito democraticamente na história daquele país governando entre 10 de julho de 1991 e 31 de dezembro de 1999 A sua eleição, em 1991, ficou envolta em muita expectativa e a 12 de Junho de 1991, Yeltsin foi proclamado vencedor com 57% dos votos.

A era de Yeltsin ficou marcada pela grande corrupção que assolava a Rússia, o desemprego, a fome e os conflitos com a Chechênia, assim como ao colapso económico e à venda sem organização de empresas como a Lukoil a empreendedores privados, fazendo com que a sua popularidade fosse baixa durante algum tempo.

Em 1994 ordenou a invasão da Chechênia, originando a primeira Guerra Chechena, até chegar a um tratado de paz em 1996, violado pouco tempo depois.

Yeltsin foi o responsável por transformar a Rússia num Estado capitalista, deixando de lado o comunismo. Criou-se a terapia de choque económico, levando muitas famílias dependentes dos subsídios soviéticos a passarem muitos problemas económicos e sociais.
Yeltsin faleceu aos 76 anos de idade, de complicações cardíacas, após uma visita à Jordânia.

Tags: Yeltsin, Rússia, URSS, União Soviética






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 26.06

  • Dia de São João e São Paulo
  • Dia do Anjo Haaiah
  • Dia Internacional sobre o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas