Últimas notícias

Hoje na história

RSS
29 de junho de 1958.

Na Copa da Suécia o Brasil conquista pela primeira vez a Copa do Mundo, ao derrotar o time da casa por 5 a 2

O Capitão Bellini levantando a Jules Rimet em 1958

A Copa do Mundo de 1958 foi a sexta edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol, e aconteceu entre 8 de junho e 29 de junho de 1958.

O país sede foi a Suécia, com partidas realizadas nas cidades de Borås, Eskilstuna, Gotemburgo, Halmstad, Helsingborg, Malmö, Norrköping, Örebro, Sandviken, Solna, Uddevalla e Västerås.

Dezesseis seleções nacionais foram qualificadas para participar desta edição do campeonato, sendo 12 delas europeias (Suécia, Alemanha Ocidental, Áustria, França, Tchecoslováquia, Hungria, União Soviética, Iugoslávia, Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia, País de Gales) e 4 das américas (Argentina, Brasil, México e Paraguai).

A final da Copa do Mundo de 1958 foi disputada pelo Brasil, que havia eliminado a França e País de Gales; e a Suécia, que havia eliminado a Alemanha Ocidental e a União Soviética.

A partida foi realizada em 29 de junho de 1958 às 14h00, no Estádio Rasunda em Estocolmo, com um público estimado em 51.800 pessoas.

O Brasil venceu por 5 a 2. Este foi o primeiro título do Brasil que também revelou Pelé, na época com apenas 17 anos.


Delegação Brasileira: Castilho, Bellini, Gilmar, Djalma Santos, Dino Sani, Didi, Zagallo,
Oreco, Zózimo, Pelé, Garrincha, Nílton Santos, Moacir, De Sordi, Orlando, Mauro, Joel,
Mazzola, Zito, Vavá, Dida, Pepe, Técnico - Vicente Ítalo Feola.


Pelé chora no ombro de Didi, depois da vitória de 5 a 2 sobre a Suécia na final de 58, com Gilmar e Orlando.

Após a vitória do Brasil sobre a Suécia na final, o capitão Bellini recebeu a taça e as atenções de todos que queriam fotografá-la. Então, Bellini ergueu a taça do mundo sobre sua cabeça, de modo que todos a pudessem fotografar. Nascia assim o famoso gesto, que desde então vem sendo repetido pelos campeões ao logo dos anos.


Bellini e o gesto imortalizado

Ficha dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de 1958 na Suécia

Primeira Fase:

8/junho/1958 - Brasil 3 x 0 Áustria
Local: Rimervallen (Uddevalla)
Árbitro: Maurice Guigue (França)
Gols: Mazzola 38 do 1º tempo; Nílton Santos 4, Mazzola 44 do 2º.
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Dino, Didi; Joel, Mazzola, Dida, Zagalo.
ÁUSTRIA: Szanwald; Halla, Koller; Hanappi, Swoboda, Happel; Horak, Senekowitch, Buzek, Korner, Schleger.

11/junho/1958 - Brasil 0 x 0 Inglaterra
Local
: Nya Ullevi (Gotemburgo)
Árbitro: Albert Dusch (Alemanha Ocidental)
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Dino, Didi; Joel, Mazzola, Vavá, Zagalo.
INGLATERRA: McDonald; Howe, Banks; Clamp, Wright, Slater; Douglas, Robson, Kevan, Haynes, A'Court.

15/junho/1958 - Brasil 2 x 0 URSS
Local
: Nya Ullevi (Gotemburgo)
Árbitro: Maurice Guigue (França)
Gols: Vavá 3 do 1º tempo; Vavá 21 do 2º.
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Pelé, Zagalo.
URSS: Yashin; Kesarev, Krijevsky; Kuznetsov, Voinov, Tsarev; A. Ivanov, V. Ivanov, Simonjan, Igor Netto, Iljin.

Quartas-de-final:
19/junho/1958 - Brasil 1 x 0 País de Gales
Local
: Nya Ullevi (Gotemburgo)
Árbitro: Hriedrich Speilt (Áustria)
Gol: Pelé 26 do 2º tempo.
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Mazzola, Pelé, Zagalo.
PAÍS DE GALES: Kelsey; Williams, M. Charles; Hopkins, Sullivan, Bowen; Medwin, Hewitt, Webster, Allchurch, Jones.

Semifinal: 24/junho/1958 - Brasil 5 x 2 França
Local
: Raasunda (Estocolmo)
Árbitro: Mervyn Griffiths (País de Gales)
Gols: Vavá 2, Fontaine 8, Didi 39 do 1º tempo; Pelé 8, 19 e 31, Piantoni 40 do 2º.
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Pelé, Zagalo.
FRANÇA: Abbes; Kaelbel, Jonquet; Lerond, Penverne, Marcel; Wisnieski, Kopa, Fontaine, Piantoni, Vincent.

Final: 29/junho/1958 - Brasil 5 x 2 Suécia
Local: Raasunda (Estocolmo)
Árbitro: Maurice Guigue (França)
Gols: Liedholm 4, Vavá 8 e 32 do 1º tempo; Pelé 11, Zagalo 23, Simonsson 35, Pelé 44 do 2º.
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Pelé, Zagalo.
SUÉCIA: Svensson; Bergmark, Axbom; Borjesson, Gustavsson, Parling; Hamrin, Gren, Simonsson, Liedholm, Skoglund.
 

Segue a partida completa colocada no YouTube por Carlos Augusto Marconi.

É o jogo completo com narração das Rádios Bandeirantes e Nacional do Rio de Janeiro. Narradores: Jorge Curi e Oswaldo Moreira (Nacional), Pedro Luiz e Edson Leite (Bandeirantes). Apenas um trecho de alguns minutos não foi possível recuperar a narração original, mas o som do estádio está perfeito.

Como curiosidade os narradores cariocas narravam cada um em uma metade do campo, quando a bola atravessava o meio campo o outro assumia o microfone. Os narradores paulistas fizeram diferente: Pedro Luiz narrou o primeiro tempo e Edson Leite o segundo.

Existe uma lacuna de áudio entre os 15 e 30 minutos do primeiro tempo porque os originais da Radio Nacional foram perdidos e o disco lançado na época pela Radio Bandeirantes não tem a narração completa.


Tags: Copa do Mundo, futebol






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 15.10

  • Dia de Santa Tereza d’Avila
  • Dia do Anjo Ayel
  • Dia do Normalista
  • Dia do Professor