Últimas notícias

Hoje na história

RSS
09 de julho de 1860.

Acontece um massacre de cristãos em Damasco por parte de muçulmanos do império otomano

O bairro cristão de Damasco destruído em 1860.

O conflito do Líbano de 1860 foi o ápice de uma revolta camponesa que começou no norte do Líbano como uma rebelião de camponeses maronitas contra seus senhores drusos. Logo se espalhou para o sul do país, onde a rebelião mudou seu caráter, e os drusos se voltaram contra os cristãos maronitas.

De 10 mil a 20 mil cristãos foram massacrados pela plebe drusa. Cerca de 380 vilarejos cristãos e 560 igrejas foram destruídas. Os drusos e muçulmanos também sofreram pesadas perdas.


Refugiados cristãos durante a contenda entre drusos e maronitas no Líbano.

Em julho de 1860, os combates chegaram em Damasco, na Síria. Com a conivência das autoridades militares e dos soldados turcos, os grupos paramilitares muçulmanos drusos e sunitas organizaram pogroms que duraram três dias (9 a 11 de julho de 1860). 25 mil cristãos foram mortos, incluindo os cônsules americano e holandês.

O bairro cristão da cidade velha (habitada na maior parte pelos católicos), incluindo um número de igrejas, foi queimado. Os habitantes cristãos do notoriamente pobre e refratário distrito de Midan fora dos muros (principalmente ortodoxos) foram, no entanto, protegidos por seus vizinhos muçulmanos.

Fonte: Wikipédia


Tags: Conflito do Líbano, massacre, Damasco, drusos, maronitas






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 09.07

  • Dia da Revolução e do Soldado Constitucionalista
  • Dia de Santa Paulina
  • Dia do Anjo Rehael
  • Dia do Protético