Últimas notícias

Hoje na história

RSS
26 de março de 1999.

O "Vírus Melissa" infecta o processador de textos “Microsoft Word” e sistemas de correio eletrônico em todo o mundo

Virus Melissa

Em 26 de março de 1999, um norte-americano chamado David L. Smith criou um vírus que se tornou um marco histórico. Com 31 anos na época, esse programador foi o primeiro a explorar a distribuição de malware por e-mail em alta escala. Segundo Smith, o nome Melissa teria sido inspirado numa dançarina da Flórida.

Trata-se de um vírus de macro que chega na forma de um documento Word anexo a uma mensagem de e-mail. O remetente é sempre uma pessoa das relações do destinatário. No corpo do texto o Melissa atiçava a curiosidade com uma frase do tipo: Aqui está o documento que você pediu. Não o mostre a ninguém.

Aberto o “doc” anexo, o Melissa entrava em ação e se auto-enviava aos primeiros 50 endereços da lista de contatos do Outlook da vítima. O resultado é que os sistemas de correio eletrônicos ficaram entupidos. Empresas como Microsoft, Intel e Lucent desligaram seus servidores de e-mail para frear o tráfego de mensagens originadas pelo vírus.

Calcula-se que, somente nos EUA, os prejuízos alcançaram 80 milhões de dólares. Em dezembro de 1999, Robert L. Smith foi considerado culpado da criação e distribuição do vírus. A sentença, originalmente de dez anos, foi reduzida para 20 meses e uma multa de 5 mil dólares. Depois, Smith passou a colaborar com o FBI.


Tags: Vírus, worm, computador, MS Word






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 31.03

  • Dia da Doutrina Espírita
  • Dia da Integração Nacional
  • Dia da Saúde e Nutrição
  • Dia de São Benjamim