Últimas notícias

Hoje na história

RSS
11 de Julho de 1954.

No Paraguai, Alfredo Stroessner lidera golpe militar e assume o poder, permanecendo nele por 35 anos


Alfredo Stroessner Matiauda foi um político, general de exército e presidente do Paraguai entre 1954 e 1989.

Stroessner tornou-se comandante do exército paraguaio e em 1954 alcançou o posto de general-de-divisão, tirando Federico Chávez da presidência com um golpe de estado em 11 de julho de 1954. Stroessner tornou-se presidente e foi reeleito, em pleitos marcados pela fraude, por 7 mandatos consecutivos (em 1958, 1963, 1968, 1973, 1978, 1983 e 1988), desfrutando por 35 anos do mais longo governo na América Latina, no século XX, depois de Fidel Castro.

Em 1989, após 35 anos de governo, Stroessner foi derrubado por um golpe de Estado, liderado pelo general Andrés Rodríguez, seu co-sogro, sendo expulso para o Brasil, onde viveu exilado até sua morte.

A cidade de Porto Flor de Lis foi renomeada Porto Stroessner em sua homenagem, mas em 1989, foi renomeada para Ciudad del Este.

Tags: Ditadura, Paraguai, Stroessner






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 16.07

  • Dia de Nossa Senhora do Carmo
  • Dia do Anjo Ariel
  • Dia do Comerciante