Últimas notícias

Hoje na história

RSS
19 de Dezembro de 1969.

Estreia nos cinemas norte-americanos “Topázio” (Topaz), de Alfred Hitchcock


Topázio é um filme norte-americano de 1969, do gênero suspense, dirigido por Alfred Hitchcock.

Baseado no livro homônimo de Leon Uris, Topázio é um bom filme de suspense e espionagem, mas foi considerado pela crítica o pior filme já feito por Hitchcock.

A trama diz respeito a um episódio ocorrido em 1962, pouco antes da crise dos mísseis soviéticos em Cuba, crise essa enfrentada pelo governo do Presidente Kennedy.

No auge da Guerra Fria, um espião francês infiltra-se em Cuba, a pedido do serviço secreto dos EUA, a fim de investigar a atuação dos russos, e acaba por desmascarar um agente duplo dentre altos membros do governo francês.

“Topázio” (Topaz) teve sua estreia nos cinema norte-americanos em 19 de dezembro de 1969.


Sinopse:

Contando com o suporte de agentes americanos, Boris Kusenov, um alto oficial da Inteligência Russa, deserta e viaja para os EUA, em companhia de sua mulher e da filha Tamara. Uma vez em Washington, depois de ser instalado numa casa fora da cidade, é entrevistado pelo agente Mike Nordstrom. Durante a entrevista, nega conhecer o significado do codinome Topázio. Sobre as relações Cuba-URSS, diz que os americanos podem investigar dois cubanos, Rico Parra e seu secretário, Luis Uribe. Segundo ele, Rico esteve em Moscou, onde assinou um acordo entre os dois países, prevendo mútua cooperação nos campos comercial e militar. Diz ainda já existirem em Cuba cerca de 5.000 russos entre civís e militares.

André Devereaux, um competente agente francês, responsável pela construção do melhor Serviço de Inteligência do hemisfério ocidental, chega à Embaixada Francesa, onde é informado sobre a deserção de Kusenov. Na ocasião, DArcy pede-lhe que localize o desertor ao que, irritado, ele lhe pergunta se a idéia da França é informar Moscou sobre o paradeiro de Kusenov para que mandem assassiná-lo.

Em casa, Devereaux telefona para Mike, convidando-o para o jantar, no que é atendido. Terminada a refeição, Nicole, mulher de Devereaux, retira-se da sala para que os dois agentes amigos troquem informações.

No dia seguinte, em Nova York, os Devereaux recebem sua filha, Michèle, acompanhada do marido, François Picard, um jornalista que veio cobrir a abertura das Nações Unidas para um jornal parisiense. Ao deixarem o aeroporto, vão direto ao Hotel St. Régis. Ao chegarem lá, encontram Mike com um buquê de flores para dar as boas-vindas ao jovem casal. Na realidade, o que ele quer é fazer com que Devereaux chegue a Rico Parra através de Luis Uribe.

Devereaux procura, então, Philippe Dubois, um agente que pode fazer o trabalho pra ele. Este vai até Uribe e, juntos, chegam ao poderoso Rico Parra, que se encontra com uma delegação cubana num hotel da cidade, onde Dubois se apresenta como jornalista da Martinica. Com habilidade, os dois saem com microfilmes de alguns documentos secretos do chefe cubano. Preocupado com o que lê nos papéis, Devereaux decide viajar até Cuba numa tentativa de obter maiores informações sobre a presença russa na ilha, o que o leva a um quase rompimento com Nicole, que desconfia do envolvimento do marido com uma líder cubana, Juanita de Cordoba.

Uma vez lá, hospeda-se na casa de Juanita, sua amante. Ela é viúva de um herói cubano, sendo muito querida e respeitada pelo povo. Encontra-se secretamente envolvida com um movimento clandestino local, embora se ache de algum modo ligada à Parra. Através de membros dessa organização clandestina, ela consegue uma série de informações sobre movimentações de mísseis soviéticos, com bastante material microfilmado.

Devereaux assiste a uma manifestação popular, onde Parra é o orador principal. Embora no meio da multidão, é reconhecido por um auxiliar de Parra como o homem que se achava defronte ao hotel de Nova York, na hora em que Dubois saia com microfilmes de documentos ultrassecretos.

À noite, Parra vai à casa de Juanita e intima Devereaux a deixar o País o mais cedo possível, dizendo-lhe que está a par de sua participação no caso do hotel em Nova York. Na manhã seguinte, Devereaux parte para o aeroporto levando microfilmes escondidos em uma máquina de escrever. Nesse meio-tempo, um casal que trabalhava para Juanita é preso e confessa tudo. Parra e seus homens retornam à casa de Juanita, onde descobre um laboratório clandestino de microfilmagem. Juanita é então assassinada. De lá, ligam para o aeroporto, mas Devereaux já se acha a salvo em um avião de volta à Washington.

Ao chegar em casa, verifica que Nicole viajou para Paris. DArcy, da Embaixada, o procura em sua casa, quando lhe informa que terá que partir para a França à noite, já que o governo cubano reclamou de suas atividades na Ilha. Antes de embarcar, entretanto, Mike o leva à presença de Kusenov, que explica ser Topázio o codinome de um grupo de funcionários franceses que trabalham para a URSS. Diz ainda que o chefe do grupo é conhecido pelo codinome Colombina e que o 2º da linha é Henri Jarré, um economista da OTAN.

Ao chegar à Paris, Devereaux é convidado a almoçar com um grupo de amigos. Entre eles, encontram-se Henri Jarré e Jacques Granville. Durante a refeição, Devereaux pergunta se alguém já ouviu falar em Topázio, mas ninguém se pronuncia, o que o deixa desconfiado.

Como vingança pelo caso amoroso do marido com Juanita, Nicole trai Devereaux com Granville. A pedido do sogro, François consegue entrevistar Jarré, com o fim de tentar descobrir porque ele mentiu ao dizer que nunca ouvira falar em Topázio. Alguns homens chegam e matam Jarré. Embora ferido, François foge depois de descobrir o endereço de Colombina. Pelo número, chega-se a Granville.

No final original, houve um duelo entre André Devereaux e Jacques Granville em um estádio de futebol francês, que foi alterado pelo produtor associado Herbert Coleman quando Hitchcock teve de voltar para aos EUA para uma emergência familiar. Esse final foi muito criticado pelo público durante sessões de teste.

Sob pressão do estúdio, Hitchcock criou um final melhor do que ele realmente queria, com a fuga do traidor “Colombina” (Jacques Granville) em um voo da Aeroflot para a União Soviética, ao mesmo tempo em que André Devereaux e sua esposa Nicole embarcam em um voo da Pan Am para os Estados Unidos. Mas esse final audiências aparentemente confuso.

Hitchcock utilizadou filmagens existentes para criar um novo final: Granville é exposto e expulso de uma reunião da NATO, e acaba dando a entender que cometeu suicídio fechado em sua casa, pois não existiam filmagens com este final.

Eventualmente, o estúdio decidiu lançar finais diferentes em países diferentes: o suicídio nos Estado Unidos e na França, e a fuga no aeroporto que é o final na Inglaterra.



Elenco:

Frederick Stafford como André Devereaux
Dany Robin como Nicole Devereaux
John Vernon como Rico Parra
Karin Dor como Juanita de Cordoba
Michel Piccoli como Jacques Granville
Philippe Noiret como Henri Jarré
Claude Jade como Michèle Picard
Michel Subor como François Picard
Roscoe Lee Browne como Philippe Dubois
Per-Axel Arosenius como Boris Kusenov
John Forsythe como Michael Nordstrom
Edmon Ryan como McKittreck
Sonja Kolthoff como a Sra. Kusenov
Tina Hedström como Tamara Kusenov (como Tina Hedstrom)
John Van Dreelen como Claude Martin
Donald Randolph como Luis Uribe (como Don Randolph)
Roberto Contreras como Muñoz
Carlos Rivas como Hernandez
Roger Til como Jean Chabrier
Lewis Charles como Pablo Mendoza
Sándor Szabó como Emile Redon (como Sandor Szabo)
Anna Navarro como Carlotta Mendoza
Lew Brown como American Oficial
John Roper como Thomas
George Skaff como René dArcy
Alfred Hitchcock como o homem em cadeira de rodas no Aeroporto

Tags: Cinema, filme, suspense, Hitchcock, espionagem






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 27.04

  • Dia da Empregada Doméstica
  • Dia de Santa Zita
  • Dia do Emigrante
  • Dia do Kung Fu
  • Dia do Sacerdote