Últimas notícias

Hoje na história

RSS
29 de março de 1461.

Guerra das Rosas: Eduardo de York derrota a Rainha Marguerite dAnjou e torna-se Rei Eduardo IV da Inglaterra

Guerra das Rosas
A Guerra das Duas Rosas foi uma série de longas e intermitentes lutas dinásticas pelo trono da Inglaterra, ocorridas ao longo de trinta anos de batalhas esporádicas (1455 e 1485), durante os reinados de Henrique VI, Eduardo IV e Ricardo III. Em campos opostos encontravam-se as casas de York e de Lancaster. As lutas pelo trono de Inglaterra entre famílias rivais dos descendentes de Eduardo III devem o seu nome aos símbolos das duas facções: uma rosa branca para a Casa de York, uma vermelha para a Casa de Lancaster (ambas de descendência Plantageneta).

Em 29 de Março de 1461, na “Batalha de Towton”, Eduardo de York derrota os Lancasters de forma estrondosa e torna-se Rei de Inglaterra.

Tags: Guerra das Rosas, Batalha de Towton






Opinião do internauta

  • diego (24.10.2016 | 20.48)
    É muito interessante esta história de intrigas entre a família York e a família Lancaster. Não é a toa que inspirou Game of Thrones... Se trata de uma séria de intrigas que inicia com o fraco rei Henrique VI, que recebe um forte apoio e vence Ricardo de York. Depois o filho, Eduardo de York vinga o pai, tomando o trono e mantendo o antigo rei cativo, com o apoio de um barão que era conhecido como "fazedor de reis", o Barão de Wareick. E por aí vai... A história da Guerra das Rosas parece que foram uma longa série de batalhas pelo poder travadas entre a família Lancaster e a família York. Abraços!
Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 17.11

  • Dia da Criatividade
  • Dia de Santa Isabel da Hungria
  • Dia de São João de Castilho
  • Dia de São Roque González de Santa Cruz
  • Dia do Anjo Haheuiah
  • Dia do Tribunal de Contas
  • Dia Internacional de Sensibilização para a Prematuridade
  • Dia Internacional do Estudante
  • Dia Internacional do Não-Fumante
  • Dia nacional de combate à Tuberculose
  • Tratado de Petrópolis, o Acre é incorporado ao Brasil