Últimas notícias

Hoje na história

RSS
25 de abril de 1792.

"La Marseillaise" (hino nacional francês) é composta por Claude Joseph Rouget de Lisle

Claude Joseph Rouget de Lisle canta
La Marseillaise (A Marselhesa, em português) é o hino nacional da França. Foi composto pelo oficial Claude Joseph Rouget de Lisle em 1792, da divisão de Estrasburgo, como canção revolucionária.

Inicialmente intitulada “Canto de Guerra para o Exército do Reno”, o título verdadeiro, foi escrito a pedido do prefeito de Estrasburgo, dias depois da declaração de guerra ao imperador da Áustria, em 25 de abril de 1792. O canto deveria ser um estímulo para encorajar os soldados no combate de fronteira, na região do rio Reno.

A canção adquiriu grande popularidade durante a Revolução Francesa, especialmente entre as unidades do exército de Marselha, ficando conhecida como “A Marselhesa”. A revolução foi embalada por uma canção patriótica, entoada por unidades do exército de Marselha, quando entraram em Paris, em 14 de julho de 1792. Em 1795, foi instituída pela Convenção como hino nacional.

Napoleão Bonaparte baniu “A Marselhesa” durante o império, assim como Luís XVIII na segunda restauração, devido ao seu caráter revolucionário. A revolução de 1830 restabeleceu-lhe o status de hino nacional, sendo inclusive reorquestrada por Hector Berlioz na década de 1830. Entretanto, Napoleão III tornaria a banir a canção até que, em 1879, com a instauração da III República, a canção foi definitivamente confirmada como o hino nacional francês, ato esse reafirmado nas constituições de 1946 e 1958.

Tags: Hino, França, Marseillaise, Marselhesa






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 18.10

  • Dia de São Lucas
  • Dia do Anjo Ayel
  • Dia do Estivador
  • Dia do Médico
  • Dia do Pintor
  • Dia do Securitário