Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Sábado, 14 de Julho de 1992.

A mini-serie "Anos Rebeldes" estreia na Rede Globo

Anos Rebeldes

Anos Rebeldes é uma minissérie brasileira produzida e exibida pela Rede Globo entre 14 de julho a 14 de agosto de 1992, em 20 capítulos, ás 22h30.

Escrita por Gilberto Braga, é livremente Inspirada nos livros 1968 – O Ano que Não Terminou, de Zuenir Ventura, e Os Carbonários, de Alfredo Sirkis, é escrita com colaboração de Sérgio Marques, Ricardo Linhares e Ângela Carneiro; tendo direção de Dennis Carvalho, Ivan Zettel e Silvio Tendler, com direção geral de Dennis Carvalho.

A minissérie foi reapresentada na TV por assinatura Canal Viva para comemorar 1º ano do canal de 30 de maio de 2011 à 24 de junho de 2011, às 23h45. Nova reapresentação ocorreu em 27 de maio de 2013 comemorando o 3º ano do canal.

A partir de 11 de maio de 2017, passou a ser disponibilizada na integra, para assinantes do Globo Play.

Sinopse

O cenário é a cidade do Rio de Janeiro da classe média. A trama segue o romance entre os jovens Maria Lúcia e João Alfredo, e a trajetória de um grupo de colegas do tradicional Colégio Pedro II, desde 1964, quando se forma e se instala no Brasil o regime de ditadura militar, até 1985, altura em que a política governamental terá já influenciado definitivamente os seus destinos.

Maria Lúcia é uma jovem individualista, traumatizada com a história do pai, Orlando Damasceno, um jornalista conhecido e membro do Partido Comunista, que sempre colocou seus ideais acima da realização pessoal. Quando ela conhece João Alfredo, percebe que ele tem o mesmo perfil do pai e tem medo de se entregar à paixão. João, por sua vez, é um jovem de classe média extremamente preocupado com as questões sociais do país. Ao se apaixonar por Maria Lúcia, ele fica dividido entre o relacionamento afetivo e a militância política.

O melhor amigo de João, Edgar, também se apaixona por Maria Lúcia e passa a disputar o amor da jovem com João Alfredo. Com o perfil oposto ao do amigo, Edgar não se envolve com as questões sociais do país, preferindo investir na profissão e na felicidade pessoal.

Apesar de se amarem, Maria Lúcia e João Alfredo vivem em conflito por causa da política e da ideologia de cada um. O namoro dos dois fica ainda mais difícil quando ele decide entrar para a luta armada. Após muitos encontros e desencontros, os dois acabam se separando definitivamente. Ela se casa com Edgar, e João, perseguido pela ditadura, é obrigado a sair do país.

Entre os companheiros do movimento está Heloísa, filha do poderoso banqueiro Fábio Brito, que ajudou a financiar o golpe militar de 1964. De garota rica e mimada, Heloísa dá uma reviravolta em sua vida ao entrar para luta armada.

O destino dos personagens está diretamente ligado ao momento político do país, que não atua, na minissérie, apenas como pano de fundo, como ocorreu com o período histórico da minissérie Anos Dourados, também de Gilberto Braga.

Fonte: Wikipédia


Tags: Globo, mini-série, ditadura, Golpe Militar de 1964, Anos Rebeldes, Gilberto Braga, Anos Dourados






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.11

  • Dia da Bandeira
  • Dia da Caminhada da Bandeira
  • Dia de Santa Matilde de Hackeborn
  • Dia de Santo Abdias
  • Dia do Anjo Haaiah
  • Dia do Cordelista
  • Dia Internacional do Homem
  • Dia Internacional do Xadrez
  • Dia Mundial da Prevenção a Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes