Últimas notícias

Hoje na história

RSS
24 de maio de 2000.

Depois de 22 anos de ocupação, Israel abandona o sul do Líbano


A história do conflito entre Israel e Líbano começou em 1947, quando o Primeiro Ministro libanês Riad as-Solh respondeu hesitante à decisão da Liga Árabe de entrar no Guerra árabe-israelense de 1948 e enviou seu exército para a Palestina. O exército foi derrotado e retornou ao Líbano. Posteriormente os países assinaram um armistício que durou até a guerra de 1967, a Guerra dos Seis Dias. Após a guerra, e do seguido Setembro Negro na Jordânia, mais de 110.000 refugiados palestinos migraram para o Líbano, contabilizando mais de 400.000 refugiados hoje em dia. Em 1975, eles eram mais de 300.000, criando um estado informal dentro do estado no sul do Líbano. A Organização para a Libertação da Palestina tornou-se poderosa força e figurou importante na guerra civil libanesa. Em resposta aos numerosos ataques lançados do sul do Líbano, Israel invadiu o Líbano em 1978, com vistas a combater os contra-ataques palestinos. Como um resultado, as Nações Unidas passaram as resoluções 425 e 426, que pediram uma retirada imediata das forças israelenses e o fim das atividades militares no sul do Líbano. Ao final da operação, as forças israelenses retiraram-se parcialmente do Líbano, deixando uma milícia libanesa pró-israelense em seu lugar. Quatro anos mais tarde, Israel promoveu uma nova invasão em grande escala do Líbano em 1982, expulsando as forças da OLP para fora do Líbano (a maioria para a Tunísia), sitiou Beirute e ocupou a porção sul do país. Um tratado de paz intermediado pelos Estados Unidos foi firmado pelo presidente libanês em 1983, mas o presidente Amine Gemayel, sob forte resistência da Síria, Irã e das resistências laica e muçulmana libanesas, opôs-se a sua assinatura em 1984. Em 1985, Israel retirou suas forças de partes do Líbano e permaneceu em uma área de 4–6 quilômetros (2,5–3,75 mi) no sul do Líbano, chamada de Zona de Segurança por Israel como medida de proteção aos foguetes Katyusha lançados às suas cidades. Em 24 de maio de 2000, o exército israelense desocupou a porção sul do Líbano, finalmente respeitando as resoluções 425 e 426 das Nações Unidas de 1978, que estabeleciam a retirada imediata das forças estrangeiras e o fim das ações militares na região.

Tags: Líbano, Palestina, palestino, Israel






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 18.07

  • Dia de São Bruno
  • Dia do Anjo Mihael
  • Dia do Trovador
  • Dia Municipal contra o Câncer de mama