Últimas notícias

Hoje na história

RSS
18 de Julho de 1994.

85 pessoas morrem com a explosão de uma bomba no Centro Comunitário Judaico de Buenos Aires

Muro em frente local do edifício, com os nomes dos mortos no atentado de 1994.

A Associação Mutual Israelita ArgentinaAMIA é um centro da comunidade judaica localizado em Buenos Aires, Argentina.

Sua principal missão é o de promover o bem-estar e o crescimento do espírito judaico na Argentina

Em 18 de julho de 1994, um carro-bomba explodiu na frente da sede da Associação Mutual Israelita Argentina (AMIA), em Buenos Aires.


O antigo prédio da AMIA, arrasado por uma bomba às 9:53 da manhã do dia 18 de julho de 1994. O prédio estava na rua Pasteur, no “Once”, denominação dessa área do bairro de Balvanera.

Este foi um dos maiores ataques terroristas na Argentina, matando 85 pessoas e ferindo outras 300, e o maior ataque aos judeus desde a Segunda Guerra Mundial. A comunidade judaica na Argentina soma cercas de 300.000 pessoas, das quais mais de 80% vivem em Buenos Aires, sendo a maior da América Latina e a sexta maior no mundo.


Muro em frente local do edifício, com os nomes dos mortos no atentado de 1994.

Fonte: Wikipédia


Tags: Atentado, judeus






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 28.05

  • Dia da Saúde
  • Dia de São Germano de Paris
  • Dia do Ceramista
  • Dia do Desafio
  • Dia do Gráfico
  • Dia Internacional de Luta Contra a Mortalidade Materna