Últimas notícias

Hoje na história

RSS
19 de Julho de 1980.

Têm início as Olimpíadas de Verão de Moscou, com a ausência de dúzias de nações que boicotaram os jogos devido à intervenção militar soviética no Afeganistão


Os Jogos Olímpicos abertos em Moscou, então União Soviética, pelo presidente Leonid Brejnev em 19 de julho de 1980, contaram com a participação de 5.179 atletas de 80 nações, o mais baixo comparecimento aos Jogos desde Melbourne, em 1956, devido ao maior boicote já realizado na história olímpica, quando a ingerência da política no esporte chegou a seu ponto mais alto e decisivo.

No começo de 1980, como protesto contra a invasão soviética do Afeganistão, o presidente norte-americano Jimmy Carter anunciou o boicote de sua nação aos Jogos Olímpicos de Moscou no ano seguinte, conclamando seus aliados pelo mundo a darem o mesmo exemplo; 69 nações, o triplo das nações africanas que se recusaram a participar dos Jogos anteriores em Montreal por questões raciais, seguiram o caminho dos Estados Unidos, levando estes Jogos a um esvaziamento que afetou bastante o nível técnico de diversas modalidades. Mesmo assim, algumas marcas e desempenhos excepcionais foram produzidos e até atletas de países que apoiaram a ação americana acabaram participando individualmente sob a bandeira olímpica.

Este começo dos anos 80 representou o pior momento vivido pelos Jogos Olímpicos e pelo Comitê Olímpico Internacional em toda a sua existência, com o, obviamente, já esperado boicote a ser feito em troca pela URSS e seus aliados aos Jogos seguintes em Los Angeles, fazendo com que seus dirigentes temessem pela própria extinção das Olimpíadas.

Tags: Olimpíadas, jogos olímpicos, boicote






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 20.02

  • Criação do Correio Aéreo Nacional (1931)
  • Dia de Santo Eleutério
  • Dia Mundial da Justiça Social