Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2182.

Grande asteroide pode atingir a Terra

Simulação de impacto de um asteroide no Planeta Terra

101955 Bennu (designação provisória (101955) 1999 RQ36) é um asteroide Apollo descoberto pela LINEAR em 11 de setembro de 1999. O asteroide é o alvo planejado da missão OSIRIS-REx, que vai retornar à Terra com algumas amostras para um estudo aprofundado. Possui um grande potencial de atingir a Terra e está listado na Tabela de Risco Sentry.

Isso quer dizer que o diâmetro de aproximadamente 493 metros e é observado extensivamente com o radar planetário do Arecibo Observatory, e o Deep Space Network, Goldstone. Um recente estudo dinâmico feito por Andrea Milani e seus colaboradores localizaram uma série de oito impactos potenciais da Terra entre 2169 e 2199.

A probabilidade cumulativa de impacto depende das pouco conhecidas propriedades físicas do objeto, mas não é maior do que 0,07% para todos os oito encontros. Para avaliar com precisão, a probabilidade do 1999 RQ36 ter um impacto na Terra exigirá um modelo de forma pormenorizada do asteroide, além de observações adicionais (quer a partir do solo ou de naves para interceptar o objeto) para determinar a magnitude da aceleração Yarkovsky.

Exploração

Separadamente, o 1999 RQ36 foi considerado por muitas vezes como um alvo para missões com naves espaciais, incluindo o OSIRIS-REx, devido ao baixo Δv necessário para alcançar a órbita da Terra. A NASA anunciou em 25 de maio de 2011, que o OSIRIS-REx foi selecionado como parte do Programa Novas Fronteiras da Nasa. A nave está programada para lançamento em 2016, atingir o asteroide em 2019 e trazer amostras para a Terra em 2023.

Existe a probabilidade de 1 em 1000, de que em 24 de Setembro de 2182 o asteroide 101955 Bennu possa atingir nosso planeta.

Os cientistas calculam que a probabilidade real de ele bater é de fato 0,00092 entre 2169 e 2199, mas nessas datas, a data com maior probabilidade será a de 24 de setembro de 2182.

Maria Eugenia Sansaturio e colegas da Universidade de Valladolid, na Espanha, calcularam a data mais provável de impacto através de modelos matemáticos e publicaram a pesquisa no jornal especializado Icarus.

Pode parecer muito tempo, mas, de acordo com os pesquisadores, qualquer tentativa de tentar desviar a trajetória do 101955 Bennu tem que acontecer com pelo menos 100 anos de antecedência para ter alguma chance de sucesso.

Os cientistas afirmam que, com o seu tamanho, o asteroide pode causar uma grande devastação e até extinção em massa da vida na Terra.

O 101955 Bennu faz parte de um grupo de asteroides que podem atingir o nosso planeta devido às suas órbitas. Além disso, a sua trajetória é muito bem conhecida graças a 290 observações diferentes por telescópios e 13 medições por radar.

Com tudo isso, como os cientistas não conseguem ter certeza de que ele vai ou não atingir a Terra?

O problema é o chamado Efeito Yarkovsky. Descoberto em 2003 pelo engenheiro russo Ivan Osipovich Yarkovsky, o efeito é produzido quando, em seu caminho, o asteroide absorve energia do Sol e a devolve ao espaço em forma de calor, o que pode subitamente mudar sua órbita.

Fonte: Wikipédia


Tags: asteroide, Terra, colisão, Nasa, impacto, 101955 Bennu






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 17.01

  • Dia da Penitência
  • Dia de Santa Margarida