Últimas notícias

Hoje na história

RSS
02 de agosto de 1944.

Morre Felix Nussbaum, pintor alemão, assassinado no campo nazista de Auschwitz

Auto-retrato de Felix Nussbaum com Cartão de Identidade judaica (1943)

Felix Nussbaum (11 de dezembro de 1904, Osnabrück - 2 de agosto de 1944, Auschwitz) foi um pintor alemão de origem judaica, com várias obras que ilustram os horrores do Holocausto, do qual ele foi vítima.

Estudou em Hamburgo e Berlim, arte, livre e aplicada (freie und angewandte Kunst). Nos anos 1920 e 30 as suas exposições em Berlim tiveram grande sucesso. Com a chegada ao poder dos Nazistas em 1933, foi obrigado a viver no exílio, na Itália, França e finalmente na Bélgica (Bruxelas) com a sua mulher, a polonesa Felka Platek, com quem casou em 1937.

Com a ocupação pelos alemães e o regime de Vichy, foi internado num campo de concentração na França. Conseguiu, no entanto, fugir com a sua mulher e esconder-se na casa de um amigo, também um artista, em Bruxelas. Foi traído e denunciado em junho de 1944 e imediatamente preso, juntamente com a sua mulher. Foi levado para o campo de concentração de Malines (ou Mecheln) de onde foi levado para Auschwitz, onde foi assassinado em 2 de Agosto de 1944, presumivelmente com a sua mulher.


Placa em frente da residência de Felix Nussbaum em Berlim-Wilmersdorf.

Museu Felix-Nussbaum em Osnabrück

Em 1998 foi inaugurado em Osnabrueck o Museu Felix-Nussbaum (Felix-Nussbaum-Haus), no qual está exposta a totalidade das suas obras, mais de 160 quadros. Os planos do edifício couberam ao famoso arquiteto Daniel Libeskind.


Triunfo da morte é o último quadro do pintor judeu Felix Nussbaum, terminado em 18 de abril de 1944.

Fonte: Wikipédia


Tags: Felix Nussbaum, Segunda Guerra Mundial, Auschwitz, judeu, nazistmo






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 12.12

  • Dia de Nossa Senhora de Guadalupe (padroeira da América)
  • Dia de Santa Dionísia