Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Quarta-Feira, 06 de Agosto de 1933.

Primeiro Grande Prêmio do Brasil no Hipódromo da Gávea, no Rio de Janeiro


O Grande Prêmio Brasil foi um dos mais importantes empreendimentos de Linneo de Paula Machado, em sua larga e profícua administração.

Depois de erguer com ousadia e bom gosto o Hipódromo Brasileiro, em um areal fronteiro ao Jardim Botânico e unificar as duas entidades turfísticas existentes no Rio, idealizou e realizou esta carreira - a mais bem dotada do continente na época - para o que contou, é justo assinalar, com a cooperação da Prefeitura, que procurava incrementar o turismo e da Loteria Federal, a cuja frente se encontrava Antônio Joaquim de Castro Júnior, com a criação do Sweepstake, uma novidade nas Américas.

E a corrida de 6 de Agosto de 1933 superou todas as expectativas. O Hipódromo acolheu um público que nunca tivera um espetáculo social-esportivo na cidade.

Reuniram-se em sua pista de grama nada menos de 22 parelheiros, procedentes de centros nacionais e estrangeiros, que ofereceram lances sensacionais. Culminando no desfecho, favorável ao pernambucano Mossoró, filho também de dois nativos, Kitchner e Galatéa, de Frederico Lundgren, para maior empolgação e projeção de nossa elevage.

A princípio em 3.000 metros, teve em 1972, o percurso encurtado para 2.400 metros, inaugurando-o outro nacional, Fenomenal, filho também de cavalo nascido no País, Torpedo.

Já havia então sofrido alterações em sua tabela de pesos, que até 1947 protegia o corredor nacional. Helíaco, do Haras São José e Expedictus, o ganharia pela segunda vez, a peso com os importados, feito, aliás, já alcançado por Albatroz, do mesmo campo, mas pelo fato de ter sido campeão no ano anterior e sofrer por tal uma sobrecarga.

Outros craques nacionais, em maior número, argentinos, uruguaios, o francês Six Avril e o chileno Cencerro, mais as éguas argentinas Tirolesa e Fizz e as nacionais Off The Way, do Haras Faxina, e Anilité, do Haras Santa Ana do Rio Grande a vencê-lo respectivamente em 1983 e 1984.

A história da grande carreira é, em suma, a história do nosso turfe. Muito trabalho, sacrifício e perseverança, em mais de meio século.



Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Comemoramos hoje - 23.11

  • Dia Internacional do Livro
  • Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil
  • Dia de São Clemente
  • Dia do Anjo Omael

Agenda do dia - 23.11

  • 16:00 às 16:30 Programa PontoNet na POATV Canal 6 da Net em Porto Alegre