Últimas notícias

Hoje na história

RSS
09 de agosto de 1954.

Deputado Afonso Arinos, líder da UDN, pede a renúncia de Getúlio Vargas


Em um discurso acalorado o líder da UDN, pede a renúncia de Getúlio Vargas.

Ele falou sobre o chamado Crime da Rua Tonelero, que ocorreu na madrugada do dia 5 de agosto de 1954, na Rua Tonelero, no bairro de Copacabana, na cidade e estado do Rio de Janeiro, no Brasil.

A sua importância decorre do fato de se constituir, na História do Brasil, no marco da derrocada final do presidente Getúlio Vargas, que culminaria com o seu suicídio, a 24 do mesmo mês.

O dito crime, na realidade, foi um atentado contra o jornalista e político conservador Carlos Lacerda, ferrenho opositor de Vargas nas páginas de seu jornal, a Tribuna da Imprensa.

Afonso Arinos, em seu discurso, também fala dos constantes desmentidos e da tentativa de abafar o caso.

Eis parte do discurso:

“Senhor Presidente Getúlio Vargas, eu lhe falo como presidente:. reflita na sua responsabilidade de presidente e tome, afinal, aquela deliberação, que é a última que um presidente, na sua situação, pode tomar.

E eu falo ao homem. E eu falo ao homem Getúlio Vargas e lhe digo: lembre-se da glória da sua terra e dos ímpetos do seu povo; lembre-se das arremetidas da penada solta e do tropel dos baguais pelas campinas heróicas do Rio Grande; lembre-se do flutuar dos pombos e do relampejar das lanças; lembre-se do entrechoque e da poeira dos combates memoráveis; lembre-se, homem, de que em seu sangue corre, como no meu, o sangue dos heróis e não se acumplicie com os crimes dos covardes e com a infâmia dos traidores!

E digo ao homem, que é pai, que tem filhos e irmãos: lembre-se das famílias; lembre-se, se tem realmente o coração cordato e a alma cristã a que ontem se referiu, de estar sendo olhado e surpreendido pelo povo como um Sileno gordo, pálido e risonho; indiferente ao sangue derramado; lembre-se, homem, de que é preciso levantar o coração dos homens; lembre-se, homem, de que é preciso dar esperança aos homens e mulheres deste País. E eu lhe digo, homem: ponha bem alto o seu coração. E eu lhe solicito, homem, em nome do que há de mais puro e mais alto no coração do meu povo; lembre-se, homem, pela luz do céu; lembre-se, homem, pelas folhas e pelas flores que começam a brotar neste princípio de primavera; lembre-se, homem, pelas igrejas da minha terra, que ontem bateram os sinos contra a sua voz; lembre-se, pelos olhos azuis da Irmã Vicência, que se curva, hoje, com os seus oitentas anos, no Convento de Diamantina, rezando pelo bem do Brasil; lembre-se, homem, pelos pequeninos, pelos humilhados, pelos operários, pelos poetas: lembre-se dos homens e deste País e tenha a coragem de ser um desses homens, não permanecendo no Governo se não for digno de exercê-lo.”

Tags: Vargas, Arinos, Suicido, renúncia, UDN






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 05.04

  • Dia de Santa Irene
  • Dia de Santa Maria Crescencia Hoss
  • Dia de São Vicente Ferrer