Últimas notícias

Hoje na história

RSS
10 de agosto de 1920.

O Império Otomano chega ao fim quando a Turquia assina o Tratado de Sévres, devolvendo 80% de seu território

A Turquia e seus vizinhos segundo o Tratado de Sèvres.

O Tratado de Sèvres foi um acordo de paz assinado entre os Aliados e o Império Otomano em 10 de agosto de 1920, após a Primeira Guerra Mundial.

As suas cláusulas consagravam a perda, pela Turquia, não apenas da Palestina, Síria, Líbano e Mesopotâmia, mas também praticamente de todos os territórios turcos na Europa (com exceção de Constantinopla) e da região de Esmirna, ambas entregues à Grécia.

Além disso, o tratado estipulava que os estreitos de Bósforo e dos Dardanelos, assim como o Mar de Mármara, seriam transformados em zonas neutras desmilitarizadas (internacionalizadas) e sua travessia permitida, em quaisquer circunstâncias, a todos os navios estrangeiros, mercantes ou de guerra.

O tratado ainda comtemplava os curdos com uma região autônoma e os armênios com terras da Armênia Ocidental, o que foi totalmente rejeitado pelos turcos. Posteriormente, a proposta foi substituída pelo Tratado de Lausanne, firmado em 24 de julho de 1923.


Um mapa original de 1920 Ilustrando a área do Tratado de Sèvres.

Fonte: Wikipédia


Tags: Tratado de Sèvres, Império Otomano, Primeira Guerra Mundial, Turquia, Estreito de Bósforo, Estreito de Dardanelos, Mar de Mármara






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 14.12

  • Dia da Bíblia Evangélica
  • Dia de São João da Cruz
  • Dia do Engenheiro de Pesca
  • Dia Nacional da Ópera
  • Dia Nacional do Ministério Público Federal