Últimas notícias

Hoje na história

RSS
12 de agosto de 1624.

O rei francês Luís XIII faz do Cardeal Richelieu seu ministro chefe. Pelos 18 anos seguintes, Richelieu domina a França e transforma o país em uma proeminência militar na Europa

Armand Jean du Plessis, Cardeal de Richelieu, Duque de Richelieu e de Fronsac.

Armand Jean du Plessis, Cardeal de Richelieu, Duque de Richelieu e de Fronsac (Paris, 9 de setembro de 1585 - Paris, 4 de dezembro de 1642) foi um político francês, que foi primeiro-ministro de Luís XIII de 12 de agosto de 1624 a 4 de dezembro de 1642; foi arquiteto do absolutismo na França e da liderança francesa na Europa.

Nomeado bispo em 1607, entrou para a política, transformando-se em Secretário de Estado, em 1616. Richelieu logo atingiu um grande poder na Igreja católica e no Reino da França, convertendo-se em cardeal em 1622. Em 29 de abril de 1624 entrou para o Conselho do rei, ou Conseil d'État, e virou Primeiro Ministro do rei Luís XIII em 12 de agosto de 1624.

Permaneceu no cargo até sua morte em 4 de dezembro de 1642, sendo sucedido pelo também cardeal Jules Mazarin.

Como Primeiro Ministro da França, consolidou a monarquia francesa, lutando contra as diversas facções domésticas. Para contrabalançar o poder da nobreza, transformou a França em um forte estado centralizado. Sua política exterior fundamental foi contrabalançar o poder da dinastia austro-hispânico dos Habsburgo, então reinante na Espanha e no Sacro Império Romano Germânico. Para isso, ainda sendo um ministro católico, não duvidou em se aliar com os protestantes para atingir tal objetivo. Foi particularmente notória sua intervenção na Guerra dos Trinta Anos, que terminou com a Paz de Westfalia.

Fonte: Wikipédia


Tags: Luís XIII, Cardeal Richelieu, França, Richelieu, absolutismo, Guerra dos Trinta Anos






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 13.10

  • Dia de Santo Eduardo
  • Dia do Anjo Iah-hel
  • Dia do Fisioterapeuta
  • Dia do Terapeuta Ocupacional