Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Sábado, 14 de Agosto de 1945.

O presidente norte-americano Harry Truman anuncia a rendição japonesa às Forças Aliadas, encerrando assim a Segunda Guerra Mundial

O imperador Hirohito e o discurso conhecido como “Gyokuon-Hoso”.

Dia V-J é a sigla para o dia 15 de agosto de 1945 (no Japão), o dia da vitória sobre o Império do Japão. Visto que o Japão foi a última nação da aliança do Eixo a render-se, esse foi o fim da Segunda Guerra Mundial. Nos Estados Unidos o Dia V-J é comemorado em 14 de agosto, devido à diferença de zona e tempo em que a notícia da rendição foi publicada.

O Japão já havia perdido a guerra bem antes dos ataques com bombas atômicas em agosto de 1945, porém se recusava a aceitar a rendição, então os Aliados fizeram os bombardeios com bombas atômicas, primeiro à Hiroshima (6/8/1945), mesmo assim o Japão insistia em não aceitar a rendição, três dias depois à Nagasaki (9/8/1945), o Japão se rende e o imperador Hirohito anuncia o fato em cadeia nacional de rádio. Neste discurso radiofônico, ao povo japonês, em nenhum momento ele usa a palavra "rendição", optando pela expressão "cessar fogo", falando sempre em tom enigmático.

O discurso conhecido como “Gyokuon-Hoso” foi transmitido ao meio-dia pelo horário padrão do Japão em 15 de agosto de 1945, após a batalha de Okinawa, os bombardeios atômicos de Hiroshima e Nagasaki, e a invasão soviética da Manchúria.


A gravação do Gyokuon-Hoso, Museu NHK de Radiodifusão.

Muitos consideravam e ainda consideram Hirohito como um criminoso de guerra, um oficial dos Aliados chegou à discursar dizendo que Hirohito "havia levado o Japão à Guerra de forma ainda mais ditatorial que o próprio Hitler", porém o povo japonês apelou, uma vez que consideravam o imperador um Deus, seria inadmissível para eles que Hirohito fosse julgado por crimes de guerra, chegando até em mencionarem uma revolta caso isso ocorresse. Assim os governos aliados permitiram que ele permanecesse no trono após a guerra.

A Rendição Formal

A rendição formal japonesa, na qual vários diplomatas assinaram os termos da rendição, teve lugar a bordo do navio de guerra USS Missouri na baia de Tóquio, em 2 de Setembro de 1945.


Ministro das Relações Exteriores do Japão Mamoru Shigemitsu assina a Ata de rendição do Japão no USS Missouri dando fim formalmente à Segunda Guerra Mundial.

Rendição do Japão

A rendição do Japão significou o fim da Segunda Guerra Mundial. Em agosto de 1945, a Marinha Imperial Japonesa estava sem recursos e a invasão aliada no país (Operação Downfall) era iminente. Enquanto diziam para a população que o povo deveria lutar até o final, os líderes do Conselho de Guerra do Japão tentaram estabelecer negociações bilaterais para uma rendição com a União Soviética, tentando fazer com que o governo de Josef Stalin fosse responsável por mediar a paz com os demais aliados da Segunda Guerra Mundial. Entretanto, os soviéticos romperam o Pacto de Neutralidade Nipo-Soviético em 5 de abril de 1945. Em julho romperam relações diplomáticas com o Japão e continuaram a preparação para invadir o Japão no prazo, conforme os planos conjuntos dos aliados estabelecidos com Winston Churchill e Franklin Delano Roosevelt na Conferência de Ialta.

Nos dias 6 e 9 de agosto de 1945, os Estados Unidos lançaram ataques nucleares em Hiroshima e Nagasaki, respectivamente. Em 8 de agosto, a União Soviética declarou Guerra ao Japão e iniciou a invasão da Manchúria (chamada de Manchukuo pelos japoneses), derrotando rapidamente o Exército Imperial japonês que ocupava a Manchúria e a Coreia.

Após os ataques nucleares e a derrota do exército Imperial na Ásia continental, o Imperador Hirohito ordenou ao Conselho de Guerra que tentasse negociar uma paz minimamente honrosa com os Aliados. Em meio às derrotas militares, ocorreu uma tentativa de golpe de Estado fracassada. O imperador Hirohito acabou aceitando a rendição do Japão. Embora os aliados tivessem concordado em só negociar a paz em conjunto, os soviéticos resistiram mais a aceitar as condições de paz muito favoráveis aos EUA, pois seus exércitos avançavam rapidamente sobre a China ocupada pelo Japão. O avanço soviético na China e norte da Coreia, assim como a avanço americano no sul da Coreia só foram interrompidos no primeiro dia de setembro. Na Coreia, o avanço soviético foi interrompido no paralelo 38, quando as tropas estadunidenses desembarcaram em Incheon.

Em 28 de agosto de 1945, começou formalmente a ocupação do Japão pelo Comandante Supremo das Forças Aliadas. A cerimônia oficial de rendição aconteceu no dia 2 de setembro de 1945, quando oficiais do Japão representando o Imperador assinaram a ata de rendição do Japão ao general americano Richard K. Sutherland, a bordo do USS Missouri. Desde então, a população dos países aliados comemoram o Dia V-J como final da Segunda Guerra Mundial .

Fonte: Wikipédia


Tags: Segunda Guerra Mundial, rendição, capitulação, Dia V-J






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.11

  • Dia da Bandeira
  • Dia da Caminhada da Bandeira
  • Dia de Santa Matilde de Hackeborn
  • Dia de Santo Abdias
  • Dia do Anjo Haaiah
  • Dia do Cordelista
  • Dia Internacional do Homem
  • Dia Internacional do Xadrez
  • Dia Mundial da Prevenção a Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes