Últimas notícias

Hoje na história

RSS
11 de Julho de 2012.

O senador pelo DEM de Goiás, Demóstenes Torres, é cassado

Demóstenes Torres, ex-senador de Goiás

Demóstenes Lázaro Xavier Torres foi senador pelo estado de Goiás entre 1º de fevereiro de 2003 e 11 de julho de 2012, quando foi cassado.

Em março de 2012, conforme apurado nas investigações da Operação Monte Carlo, a Polícia Federal revelou que o então senador Demóstenes Torres tinha ligação com Carlinhos Cachoeira, pivô do escândalo que ficou conhecido como "máfia dos caça-níqueis" em Goiás, em 2004.

Em 2 de abril de 2012 foi aberto o processo de expulsão de Demóstenes Torres de seu partido, o DEM, por "reiterados desvios éticos". Segundo comunicado do partido, Demóstenes não explicou suas ações, mesmo tendo tido várias oportunidades para tal. A expulsão do partido foi decidida em reunião realizada na casa do então presidente do DEM, José Agripino.

Em 3 de abril de 2012, Demóstenes protocolou ofício pedindo seu desligamento do DEM, livrando-se assim do processo de expulsão do partido. Ele alegou que seu partido fez um prejulgamento dele, declaração que foi rebatida pelo presidente do DEM, José Agripino, que disse ter dado uma semana para que Demóstenes fizesse sua defesa, coisa que ele não fez.

Com a manobra, Demóstenes permaneceu no Senado, só que sem partido.

Em 11 de julho de 2012, Demóstenes Torres foi cassado do cargo de Senador por 56 votos a favor, 19 contra e 05 abstenções.


Tags: Corrupção, Petralhas, CPI, Cachoeira






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 18.06

  • Dia da Imigração Japonesa
  • Dia de São Leôncio
  • Dia do Anjo Caliel
  • Dia do Químico