Últimas notícias

Hoje na história

RSS
26 de agosto de 1997.

A Justiça liberta Acácio Pereira da Costa, o Bandido da Luz Vermelha. Ele fora condenado em agosto de 1967 a 351 anos de prisão


João Acácio Pereira da Costa, mais conhecido como “O Bandido da Luz Vermelha” (24 de junho de 1942 - 5 de janeiro de 1998), foi um notório criminoso brasileiro.

João Acácio chegou em São Paulo ainda na adolescência, fugindo dos furtos que praticara em Santa Catarina. Foi morar em Santos, onde se dizia filho de fazendeiros. Na verdade, levava uma vida pacata no lugar que escolheu pra morar, praticando seus crimes em São Paulo e voltando incólume para Santos. Seu estilo próprio de cometer os crimes (sempre nas últimas horas da madrugada, usando um lenço para cobrir o rosto e carregando uma lanterna com bocal vermelho) chamou a atenção da imprensa, que o apelidou de Bandido da Luz Vermelha.

A polícia levou seis anos para identificá-lo. Preso em 8 de agosto de 1967, é acusado por quatro assassinatos, sete tentativas de homicídio e 77 assaltos, sendo condenado a 351 anos, 9 meses e três dias de prisão. Após cumprir os 30 anos previstos em lei, é libertado em 26 de agosto de 1997. Após libertado ganha fama na cidade onde passa a morar, tinha obsessão em vestir roupas vermelhas e quando alguém lhe pedia um autógrafo ele simplesmente escrevia a palavra Autógrafo. Passa apenas quatro meses e vinte dias em liberdade; em 5 de janeiro de 1998, é assassinado pelo pescador Nelson Pinzegher em legítima defesa.

Sua vida de crimes inspirou o filme “O bandido da luz vermelha”, do cineasta Rogério Sganzerla.

Tags: Crime, assassinato, luz vermelha, serial killer






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 14.10

  • Dia de São Calisto I
  • Dia do Anjo Anauel
  • Dia Nacional da Pecuária