Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Sábado, 03 de Setembro de 1971.

O Brasil assinou o Tratado Internacional de Desnuclearização de Fundos Marítmos. O acordo proibia o armazenamento de armas atômicas no fundo dos oceanos


Atualmente há quatro acordos regionais de desnuclearização em vigor no mundo. O Tratado de Tlatelolco, que cobre a região da América Latina, o Tratado de Rarotonga para o Pacífico Sul, o Tratado de Bangkok, que compreende o sudoeste asiático e a Declaração da Desnuclearização da Península Coreana. Além disso, o Tratado de Pelindaba, que engloba a região africana, foi assinado, mas ainda não se encontra em vigor.

O objetivo básico de estabelecer zonas livres de armas nucleares é evitar que novos países desenvolvam, construam ou detenham armas nucleares. Não é necessário lembrar que existem hoje no mundo, aproximadamente, trinta mil bombas nucleares armazenadas em arsenais de oito países (Estados Unidos da América, Rússia, Inglaterra, França, China, Índia, Paquistão e Israel). Juntas, elas perfazem uma potência de oito mil megatons – o que equivale a cerca de 530 mil bombas do tipo que destruiu Hiroshima no final da Segunda Guerra Mundial. Os acordos regionais de desnuclearização representam uma medida de alta importância para a segurança regional e mundial, aumentando o nível de confiança e cooperação entre os países da região. Basta lembrar que todos os países que construíram suas primeiras armas nucleares nos últimos trinta anos foram motivados por questões regionais.



Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 01.10

  • Dia Internacional da Terceira Idade
  • Dia Nacional do Idoso
  • Dia Nacional do Vereador
  • Dia Internacional da Doação do Leite Humano
  • Dia Mundial do Vendedor
  • Dia de Santa Terezinha
  • Dia do Anjo Daniel

Agenda do dia - 01.10

  • 18:00 às 24:00 Bolinho de Batata no BOX 21 - Rua Carlos von Koseritz, 304 - reservas (51) 3325-5121