Últimas notícias

Hoje na história

RSS
07 de setembro de 1961.

Campanha da Legalidade: João Goulart toma posse, tendo Tancredo Neves como primeiro-ministro. Tropas legalistas garantem sua posse

Graças a campanha da Legalidade, João Goulart assumiu a presidência em 7 de setembro de 1961

A Campanha da Legalidade mais conhecida apenas como Legalidade foi uma mobilização civil e militar da história política brasileira de 14 dias que ocorreu após a renúncia de Jânio Quadros da Presidência do Brasil no Sul e Sudeste do Brasil em 1961, sendo liderada por Leonel Brizola (governador do RS e cunhado de Jango) e o general José Machado Lopes, em que diversos políticos e setores da sociedade defenderam a manutenção da ordem jurídica — que previa a posse de João Goulart. Outros setores da sociedade - notadamente os militares - defendiam um rompimento na ordem jurídica, o impedimento da posse do vice-presidente e a convocação de novas eleições democráticas.

Em 25 de agosto de 1961, Jânio Quadros havia renunciado ao cargo, enquanto João Goulart, vice-presidente, estava em visita à China. O Brasil viveu momentos de instabilidade nunca vista desde 1954. Os militares, sob influência direta dos Estados Unidos, que temiam ver no Brasil um governo de linha esquerdista - como em Cuba - impediram o vice-presidente de assumir o cargo como mandava a lei, ameaçando derrubar o avião em que ele voltava para o Brasil.

Leonel Brizola, então governador do Rio Grande do Sul (seu cunhado), inicia então um movimento de resistência, pregando a legalidade, ou seja, a posse de Jango (como João Goulart ficou conhecido).

Paralelamente a tudo isso, era negociada uma solução política para evitar uma crise maior, no Congresso Nacional. Destacou-se a figura de Tancredo Neves, que havia sido ministro de Getúlio Vargas. Então, em 2 de setembro de 1961, foi aprovada uma emenda constitucional (número 4), alterando o regime de governo para o parlamentarismo. Com os poderes de Jango limitados ao de um chefe de estado e não de governo, os militares afinal aceitaram que ele tomasse posse do cargo de Presidente da República. Em 5 de setembro, João Goulart retorna ao Brasil, tomando posse em 7 de setembro de 1961.


João Goulart é empossado na presidência da República.
a esq. p/ a dir., à frente: Tancredo Neves (2º), João Goulart (3º) e Ranieri Mazzili (4º).
Fonte: CPDOC (TN foto 0200, número 1)

Fonte: Wikipédia


Tags: Campanha da Legalidade, João Goulart, Jango, Leonel Brizola, Posse, Tancredo Neves, parlamentarismo, Jânio Quadros






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 18.06

  • Dia da Imigração Japonesa
  • Dia de São Leôncio
  • Dia do Anjo Caliel
  • Dia do Químico