Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Domingo, 15 de Agosto de 1910.

O Papa São Pio X com a Bula Papal Praedecessorun Nostrorum eleva a Diocese de São Pedro do Rio Grande do Sul à Arquidiocese de Porto Alegre e cria a Diocese de Pelotas, Diocese de Santa Maria e a Diocese de Uruguaiana no Rio Grande do

Catedral Metropolitana Nossa Senhora Mãe de Deus

A Arquidiocese de Porto Alegre (Archidioecesis Portalegrensis in Brasília) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no estado do Rio Grande do Sul..Pertence ao Conselho Episcopal Regional Sul III da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. A sede arquiepiscopal está na cidade de Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul.

Diocese de São Pedro do Rio Grande do Sul

O Evangelho de Cristo, pela voz da Igreja Católica, faz morada nestas terras desde o ano de 1626, quando jesuítas espanhóis, vindos do Paraguai, fundaram em solo gaúcho, sete importantes Reduções (Missões) para reunir os índios em aldeias e, assim, cristianizá-los e defendê-los da exploração e escravidão dos colonizadores. A primeira Redução foi aberta em São Nicolau do Piratini, a 3 de maio de 1626, pelos padres Roque Gonzáles e Miguel de Ampuero.

Em visita pastoral realizada em fins de 1845 e início de 1846, o bispo do Rio de Janeiro, Dom Manuel do Monte Rodrigues de Araújo, acompanhando a comitiva de D. Pedro II e Dona Teresa Cristina, constatou a precariedade da Igreja em solo gaúcho. Precariedade decorrida da Revolução Farroupilha (1835-1845) e do cisma religioso, que esta acarretou com a proclamação da República Rio-Grandense, por Bento Gonçalves, que nomeou em 22 de junho de 1838, um vigário apostólico, sendo o Padre Francisco das Chagas Martins Ávila e Sousa, (Padre Chagas).

Tendo chegado os tempos de paz e vendo o estado desolador da Igreja no Rio Grande do Sul, surgia a necessidade urgente da criação de uma diocese nova.

Em agosto de 1847, o Senado do Império aprovava a criação de um bispado, na Província de São Pedro do Rio Grande do Sul. Era o primeiro passo, indispensável para iniciar, em Roma, um processo de criação de um novo bispado.

A Diocese de São Pedro do Rio Grande do Sul, desmembrada da Diocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, foi criada em 7 de maio de 1848 pela Bula Ad Oves Dominicas rite Pascendas, do Beato Pio IX. Ela se tornou sufragânea da Arquidiocese de São Salvador da Bahia, até o dia 27 de abril de 1892, quando a diocese de São Sebastião do Rio de Janeiro foi elevada à categoria de arquidiocese, tendo a do Rio Grande do Sul como sufragânea. O primeiro bispo do Rio Grande do Sul foi Dom Feliciano José Rodrigues de Araújo Prates, nomeado pelo Beato Pio IX, a 26 de setembro de 1852 para assumir a Diocese criada em 1848, com nome de São Pedro do Rio Grande do Sul.

Arquidiocese de Porto Alegre

Em 15 de agosto de 1910, pela Bula Praedecessorum Nostrorum, do Papa São Pio X, a diocese foi dividida em quatro circunscrições eclesiásticas, sendo criadas as dioceses de Pelotas, Santa Maria e Uruguaiana, e Porto Alegre elevada à categoria de Arquidiocese. E assim constituindo a Província Eclesiástica de Porto Alegre, formada por todas as dioceses do Rio Grande do Sul e até 1927 ainda contava com a Diocese de Florianópolis.

Em 2008, o Rio Grande do Sul era formado por dezessete dioceses, mais a arquidiocese: Porto Alegre, em 1848; Pelotas, em 1910; Uruguaiana, em 1910; Santa Maria, em 1910; Caxias do Sul, em 1934; Vacaria, em 1957; Passo Fundo, em 1951; Santa Cruz do Sul, em 1959; Bagé, em 1960; Frederico Westphalen, em 1962; Santo Ângelo, em 1961; Erechim, em 1971; Cruz Alta, em 1971; Rio Grande, em 1971; Novo Hamburgo, em 1980; Cachoeira do Sul, em 1991; Osório, em 1999 e Montenegro, em 2008.

No dia 17 de agosto de 2010 a Arquidiocese foi homenageada pela Câmara de Vereadores da cidade de Porto Alegre pelo seu centenário.

Aos 13 de abril de 2011 o Papa Bento XVI criou três novas Arquidioceses no Rio Grande do Sul, redefinindo o mapa católico no sul do Brasil. Foram criadas: Arquidiocese de Pelotas, Arquidiocese de Passo Fundo e a Arquidiocese de Santa Maria. Com a elevação das novas Arquidioceses foram criadas três novas Províncias Eclesiásticas no estado do Rio Grande do Sul. A Província Eclesiástica de Porto Alegre, que até o momento era uma das maiores do mundo em extensão, agora agrupa as dioceses: Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Osório e Montenegro.

Padroeira

A Arquidiocese de Porto Alegre tem como padroeira, Nossa Senhora Mãe de Deus, esta também é padroeira da cidade de Porto Alegre, desde o dia 18 de janeiro de 1773, quando a então chamada Freguesia de São Francisco das Chagas, padroeiro do Porto dos Casais (que daria origem futuramente a cidade de Porto Alegre), foi mudada para Freguesia da Madre de Deus (freguesia desmembrada de Viamão), por Dom Frei Antônio do Desterro Malheiros, OSB; (conhecido por Dom Antônio do Desterro) Bispo de São Sebastião do Rio de Janeiro.


Imagem da Padroeira no Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora Mãe de Deus.

Fonte: Wikipédia


Tags: Arquidiocese de Porto Alegre, Porto |Alegre, Papa, igreja, Vaticano, diocese






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.11

  • Dia da Bandeira
  • Dia da Caminhada da Bandeira
  • Dia de Santa Matilde de Hackeborn
  • Dia de Santo Abdias
  • Dia do Anjo Haaiah
  • Dia do Cordelista
  • Dia Internacional do Homem
  • Dia Internacional do Xadrez
  • Dia Mundial da Prevenção a Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes