Últimas notícias

Hoje na história

RSS
03 de outubro de 1653.

É encerrada a construção do Taj Mahal, o mais famoso de todos os edifícios antigos da Índia. Foi erguido como mausoléu para Arjumand Banu Bagam, esposa favorita do Imperador Sha Jahan, que morreu em 1631

O Taj Mahal em Agra, Índia

O Taj Mahal (em hindi ताज महल, persa تاج محل) é um mausoléu situado em Agra, na Índia, sendo o mais conhecido dos monumentos do país. Encontra-se classificado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. Foi recentemente anunciado como uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo em uma celebração em Lisboa no dia 7 de julho de 2007.

A obra foi iniciada em 1632, o mausoléu ficou pronto em 1643, sendo a mesquita, a casa de hóspedes e a principal porta de entrada para o sul, concluídas em 1648. As demais obras foram concluídas em 3 de outubro de 1653. Na construção foram usados cerca de 20 mil homens, trazidos de várias cidades do Oriente, para trabalhar no suntuoso monumento de mármore branco que o imperador Shah Jahan mandou construir em memória de sua esposa favorita, Aryumand Banu Begam, a quem chamava de Mumtaz Mahal ("A joia do palácio"). Ela morreu após dar à luz o 14º filho, tendo o Taj Mahal sido construído sobre seu túmulo, junto ao rio Yamuna.


Aryumand Banu Begam, a Mumtaz Mahal ("A joia do palácio"), Imperatriz consorte do Império Mogol.

Assim, o Taj Mahal é também conhecido como a maior prova de amor do mundo, contendo inscrições retiradas do Corão. É incrustado com pedras semipreciosas, tais como o lápis-lazúli entre outras. A sua cúpula é costurada com fios de ouro. O edifício é flanqueado por duas mesquitas e cercado por quatro minaretes.

Supõe-se que o imperador pretendesse fazer uma réplica do Taj Mahal original na outra margem do rio, em mármore preto, mas acabou morto antes do início das obras por um de seus filhos.


O Taj Mahal e edifícios periféricos visto através do rio Yamuna (vista norte)

Mutilação dos trabalhadores

Um sem-fim de histórias descrevem, muitas vezes com detalhes horripilantes, a morte, desmembramento e mutilação que Shah Jahan teria infligido a vários artesãos relacionados com a construção do mausoléu.

Talvez a história mais repetida é a de que como o imperador teve à sua disposição os melhores arquitetos e decoradores, depois de completar o seu trabalho fazia-os cegar e cortar as mãos para que não pudessem voltar a construir um monumento que igualasse a superioridade do Taj Mahal.

Nenhuma referência respeitável permite assegurar estas hipóteses, na qual alguns creem, por outro lado, que fosse uma prática bastante comum em relação a alguns grandes monumentos da Antiguidade.

Fonte: Wikipédia


Tags: Taj Mahal, Patrimônio da Humanidade, Shah Jahan, Índia, Aryumand Banu Begam, Mumtaz Mahal






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.09

  • Dia de São Geraldo
  • Dia de São Januário
  • Dia do Anjo Haamiah
  • Dia do Ortopedista
  • Dia do Teatro