Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Quarta-Feira, 17 de Fevereiro de 2004.

É descoberto o planetóide que acompanha a órbita de Plutão: Orcus

Impressão artística de 90482 Orcus

90482 Orcus é um objeto transnetuniano no cinturão de Kuiper. Foi descoberto em 17 de fevereiro de 2004 por Michael Brown, Chad Trujillo e David Rabinowitz. Imagens precovery de até 8 de novembro de 1951 foram mais tarde identificadas. Michael Brown diz que Orcus é "quase certamente" um planeta anão, embora a UAI não tenha o designado formalmente como tal.

Orcus é um plutino, ou seja, está uma ressonância orbital 2:3 com Netuno, completando duas voltas ao redor do Sol a cada três de Netuno. Plutão possui uma órbita parecida à de Orcus, porém os dois corpos sempre estão em fases opostas da órbita: enquanto Orcus está no afélio Plutão está no periélio e vice-versa. Por causa disso, além do fato de sua lua Vanth lembrar a grande lua de Plutão Caronte, Orcus tem sido visto como anti-Plutão. Isso influenciou muito a escolha de seu nome, como o deus Orcus era o equivalente etrusco de Plutão, e virou um nome alternativo para Plutão.


90482 Orcus.

Órbita e rotação

Orcus é um grande plutino (um objeto em ressonância orbital 2:3 com Netuno). Com um período orbital de 247 anos, sua órbita é parecida com a de Plutão, porém é orientada diferentemente (enquanto um corpo está no afélio o outro está no periélio e vice-versa). Embora sua órbita fique próxima da de Netuno em um ponto, a ressonância orbital significa que Orcus sempre está a uma grande distância do planeta (a separação angular entre eles é de mais de 60°). Em um período de 14.000 anos Orcus fica a mais de 18 UA de Netuno. Como Orcus e Plutão possuem ressonâncias 2:3 com Netuno e possuem órbitas parecidas, porém opostas, Orcus é às vezes descrito como "anti-Plutão".

Orcus orbita o Sol a uma distância média de 39,2 UA, com um periélio (menor distância ao Sol) de 30,4 UA e um afélio (maior distância ao Sol) de 48,1 UA. Está atualmente a 48,0 UA do Sol e vai alcançar o afélio em 2019. Simulações pela Deep Ecliptic Survey (DES) mostram que nos próximos 10 milhões de anos Orcus poderá adquirir um periélio de 27,8 UA.

O período de rotação de Orcus é desconhecido. Diferentes pesquisas fotométricas apresentam diferentes resultados. Algumas mostram pequenas variações de amplitude com períodos entre 7 e 21 horas, enquanto outras não mostram variação. O valor obtido por Ortiz et al., cerca de 10 horas, é frequentemente citado na literatura. Os polos de rotação de Orcus provavelmente coincidem com os polos orbitais de sua lua, Vanth, o que significa que o polo de Orcus está virado para a Terra, explicando as dificuldades em medir seu período de rotação. É possível que o verdadeiro período de rotação coincida com o período orbital de 9,5 dias da lua.


As órbitas de Orcus (em azul), Plutão (em vermelho) e Netuno (em cinza). Orcus e Plutão aparecem nas posições de abril de 2006. A data de seus periélios (q) e afélios (Q) também está marcada.

Nome

Por ser parecido com Plutão, Orcus deveria receber o nome de uma divindade do submundo, de acordo com as convenções de nomenclatura da União Astronômica Internacional. Os descobridores sugeriram o nome de Orcus, que foi aprovado e publicado em 22 de novembro de 2004. Orcus é um outro nome para o deus grego Hades e um deus separado da morte na Mitologia romana.


​Orcus comparado com a Terra e a Lua.

Características físicas
Tamanho e magnitude

A magnitude absoluta de Orcus é de cerca de 2,2, comparável à de 2,6 do cubewano 50000 Quaoar. Observações pelo Telescópio Espacial Spitzer no infravermelho longe e pelo Observatório Espacial Herschel no submilímetro estima um diâmetro de 850 ± 90 km. O diâmetro determinado a partir de medições do Spitzer apenas é de 940 ± 70 km. Orcus tem um albedo de cerca de 22% a 34%, o que pode ser típico de objetos transnetuniano aproximando a faixa de 1000 km de diâmetro.

O tamanho mencionado acima foi estimado assumindo que Orcus não possui satélites. A presença de Vanth, um satélite relativamente grande, pode mudar os valores consideravelmente. A magnitude absoluta de Vanth é estimada em 4,88, o que significa que ele é 11 vezes menos brilhante que Orcus. Se os albedos dois corpos forem iguais o diâmetro de Orcus é de cerca de 900 km (assumindo um diâmetro de 940 km se não tivesse satélites), enquanto o tamanho de Vanth é de cerca de 280 km. No entanto, se o albedo de Vanth for duas vezes menor que o de Orcus, o o diâmetro dos corpos é de 860 e 380 km, respectivamente.

Em 2013 foi publicada uma nova análise de dados do Observatório Espacial Herschel, que determinou um diâmetro de 917 ± 25 km para Orcus e 276 ± 17 km para Vanth, assumindo que os dois corpos tenham o mesmo albedo.

Massa

Como Orcus faz parte de um sistema binário, a massa do sistema é estimada em 6,32 ± 0,05×1020 kg, cerca de 3,8% da massa de Éris, o planeta anão mais massivo conhecido. Como essa massa está dividida entre Orcus e Vanth, depende do tamanho relativo deles. Se o tamanho do satélite for de um terço do primário, sua massa equivale a 3% da massa total. Por outro lado, se o tamanho de Vanth for de 380 km (veja acima), sua massa pode ser de até 1/13 da massa total do sistema ou cerca de 8% da massa de Orcus.

Satélite

A partir de observações feitas pelo Telescópio Espacial Hubble em novembro de 2005, Mike Brown e T.A. Suer detectaram um satélite orbitando Orcus. Essa descoberta foi anunciada na IAUC 8812 em 22 de fevereiro de 2007. O satélite recebeu a designação provisória S/2005 (90482) 1 até receber o nome de Vanth. Ele orbita Orcus em uma órbita quase circular com uma excentricidade de menos de 0,0036 e um período orbital de 9,53 dias. Vanth está a apenas 8980 ± 20 km de Orcus e está muito perto dele para análises espectroscópicas terrestres em relação à composição de sua superfície. Mike Brown suspeita que, assim como o sistema Plutão-Caronte, Orcus e Vanth estão em acoplamento de maré. Vanth não parece ter surgido por colisão porque seu espectro é bastante diferente do de Orcus, podendo ser um objeto capturado.


Representação artística de Orcus e Vanth.

Fonte: Wikipédia


Tags: Espaço, planetoide, Plutão, Netuno, lua, planeta anão, Vanth, Orcus, Hades






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.11

  • Dia da Bandeira
  • Dia da Caminhada da Bandeira
  • Dia de Santa Matilde de Hackeborn
  • Dia de Santo Abdias
  • Dia do Anjo Haaiah
  • Dia do Cordelista
  • Dia Internacional do Homem
  • Dia Internacional do Xadrez
  • Dia Mundial da Prevenção a Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes