Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Quarta-Feira, 17 de Julho de 1048.

O Papa Bento IX é finalmente deposto e excomungado

Bento IX, 145º, 147º e 150º Papa da Igreja Católica

Papa Bento IX (Theophylactus III de Túsculo, Roma, ca. 1012 – Grottaferrata, entre 18 de setembro de 1055 e 9 de janeiro de 1056) foi o 145º, 147º e 150º Papa da Igreja Católica Apostólica Romana.

Foi um dos papas mais jovens e o único homem a ter sido Papa em mais de uma ocasião, o único homem a ter vendido o papado, e a primeira pessoa a renunciar ao cargo papal.

Sagrado papa aos 12 anos, foi escolhido para a função para atender aos interesses das classes campestres de Roma que não aceitariam os inúmeros candidatos de outras dioceses originárias de fora de Roma. Impôs ao rei da Boêmia que transladasse para Praga as relíquias de Santo Adalberto. Nada sabia sobre os deveres de um Papa e sua vida era um escândalo para a Igreja. O povo romano expulsou-o da cidade. Refugiou-se no Mosteiro de Grottaferrata. Ocupou o sólio de São Pedro em três ocasiões.

Eleito pela primeira vez a 21 de outubro de 1032, foi consagrado a 1º de janeiro de 1033, sendo forçado a abdicar ao papado em setembro de 1044.

Recuperou o trono de Pedro em 10 de março de 1045, sendo novamente forçado a abdicar a 1º de maio de 1045, para depois voltar em 8 de novembro de 1047, sendo deposto definitivamente meses depois a 17 de julho de 1048.

Vida

Bento nasceu em Roma com o nome Teofilacto, filho de Albérico III, conde de Túsculo e sobrinho dos papas Bento VIII (1012–1024) e João XIX (1024–1032). O seu pai obteve o lugar papal para si, o qual alcançou em 21 de outubro de 1032.

De acordo com a Enciclopédia Católica e outras fontes, Bento IX tinha entre 18 e 20 anos quando se tornou pontífice, apesar de algumas fontes sugerirem 11 ou 12. Teve de acordo com os registos uma vida extremamente dissoluta, não tendo alegadamente qualificações suficientes para o papado que não fossem as ligações com uma família socialmente poderosa, apesar de em termos de teologia e atividades comuns na Igreja ser inteiramente ortodoxo. São Pedro Damião descreveu-o como "regozijando-se em imoralidade" e "um demônio do inferno dissimulado de sacerdote" no Liber Gomorrhianus. A Enciclopédia Católica chama-o desgraça na Cadeira de Pedro.

Foi igualmente acusado pelo bispo Benno de Piacenza de "múltiplos e vis adultérios e assassinatos". O Papa Vítor III, no seu terceiro livro de Diálogos, referiu-se às "suas violações, assassinatos e outros atos indizíveis. A sua vida como papa é tão vil, tão abominável, tão execrável, que eu me arrepio de nela pensar".

Foi brevemente forçado a sair de Roma em 1036, porém retornou com o apoio do imperador Conrado II.

Em setembro de 1044, a oposição forçou-o a abandonar a cidade de novo e elegeu João, bispo de Sabina, como Papa Silvestre III. As forças de Bento IX regressaram em abril de 1045 e expulsaram o seu rival, o qual, no entanto manteve a sua pretensão ao papado durante anos.

Em maio de 1045, num ato que se pensa estar relacionado com indisposição causada por álcool, Bento IX renúncia ao seu posto em troca do matrimônio, vendendo o seu lugar ao seu padrinho, o sacerdote pio João Gratian, o qual se nomeou Papa Gregório VI.

Bento IX depressa se arrependeu da sua resignação e regressou a Roma, tomando a cidade e mantendo-se no trono até julho de 1046, apesar de Gregório VI continuar a ser reconhecido como verdadeiro papa. Na época, Silvestre III reafirmou a sua reivindicação.

O rei germânico Henrique III (1039-1056) interveio, e no Conselho de Sutri em 20 de dezembro de 1046, Bento IX e Silvestre III foram declarados depostos, enquanto Gregório VI era encorajado a resignar o que fez. O bispo germânico Suidger foi coroado papa Clemente II.

Bento IX não foi nem ao conselho nem aceitou a sua deposição. Quando Clemente II morreu em outubro de 1047, Bento apoderou-se do Palácio de Latrão em novembro de 1047, tendo sido afugentado por tropas germânicas em julho de 1048. De forma a preencher o vacuum político, o bispo Poppo de Brixen foi eleito como papa Dâmaso II, tendo sido reconhecido universalmente como tal. Bento IX recusou-se a aparecer em encargos de simonia em 1049 e foi excomungado.

O destino de Bento IX é obscuro. No entanto, parece provável que tenha abandonado as suas pretensões. O papa Leão IX (1049–1054) poderá ter levantado a banição que sobre ele pendia. Bento IX foi sepultado na abadia de Grottaferrata, onde faleceu em 1055 ou possivelmente mais tarde.

Bento IX é reconhecido geralmente como tendo tido três pontificados:

  • o primeiro, que vai desde a sua eleição até à sua expulsão a favor de Silvestre III (21 de outubro de 1032 - setembro de 1044)
  • o segundo, desde o seu regresso até à venda do papado a Gregório VI (10 de março de 10451º de maio de 1045)
  • o terceiro, desde o seu regresso após a morte de Clemente II ao advento de Dâmaso II (8 de novembro de 104717 de julho de 1048)

Fonte: Wikipédia


Tags: Papa, vaticano, igreja, catolicismo, simonia, abdicação






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 25.09

  • Dia de Luta Contra a Ataxia Dominante - Porto Alegre
  • Dia do Anjo Yelaiah
  • Dia do Auditor da Justiça Desportiva
  • Dia do Rádio e da Radiodifusão
  • Dia do Santo Herculano
  • Dia Nacional do Trânsito