Últimas notícias

Hoje na história

RSS
04 de junho de 1724.

Pietro Francesco Orsini é consagrado como o Papa Bento XIII

Bento XIII, 245º Papa da Igreja Católica

Papa Bento XIII, O.P. nascido Pietro Francesco Orsini (Gravina in Puglia, 2 de fevereiro de 1649 — Roma, 21 de fevereiro de 1730) foi o 245º Papa da Igreja Católica Apostólica Romana. Eleito em 29 de maio de 1724 como sucessor do Papa Inocêncio XIII, foi consagrado a 4 de junho de 1724. Faleceu em 21 de fevereiro de 1730.

Teve como parentes alguns Papas, por parte de pai: Papa Estêvão III, Papa Paulo I, Papa Celestino III e Papa Nicolau III e por parte de mãe: Papa Pio II e Papa Pio III. Foi frade dominicano.

Pietro Orsini era filho primogênito do duque Fernando de Gravina. Aos 18 anos renunciou aos seus direitos ducais, para entrar no convento dos Dominicanos em Veneza. De nada valeram as súplicas e ameaças de seus parentes para afastá-lo da vocação. Sua vida foi tão edificante, que sua mãe, sua irmã e dois sobrinhos ingressaram em conventos. Professor e orador famoso, Cardeal aos 23 anos de idade, Arcebispo de Benevento, tornou-se célebre por seu heroísmo em socorrer os habitantes da cidade abalada por dois sismos.

Eleito Papa com o nome de Bento, tomou primeiro o ordinal Bento XIV (e não Bento XIII, a que não era favorável pela superstição de que o número 13 traria pouca sorte, e que só posteriormente adotou), o humilde Cardeal Gravina-Orsini, aceitou a tiara papal apenas por imposição do Mestre Geral de sua Ordem em nome da santa obediência. Visitava diariamente os hospitais. Acompanhava a procissão de Corpus Christi a pé. Tinha predileção pelas funções da Semana Santa. Proibiu que lhe falassem de joelhos. Coibiu o jogo a dinheiro. É curioso o facto de ter abolido a pena de excomunhão, que o Papa Inocêncio X havia imposto a quem tomasse rapé na Basílica Vaticana (havia outrora um exagero na moda do rapé).

Reformador e dedicado a terminar os estilos de vida decadentes do clero italiano, criou a Congregação dos Seminários, em prol das vocações eclesiásticas. Celebrou o Ano Santo de 1725, com piedade e alegria. A quem lhe observava que os seus 80 anos não lhe permitiam a fadiga das prolongadas funções, respondia que um Papa deve morrer com o pluvial aos ombros. Este pontífice canonizou São Luís Gonzaga, São Estanislau Kostka, São João Nepomuceno, mártir do segredo da confissão, São João da Cruz, São Turíbio e outros.

Morreu em 23 de fevereiro de 1730. Foi o último Papa da família Orsini. Seus admiradores lhe erigiram um esplêndido monumento, que sua humildade certamente rejeitaria.

Bento XIII é o único papa descendente da família real portuguesa, tendo como ilustre avoengo o rei D. Dinis.


 Praça Orsini, em Benevento.

Fonte: Wikipédia


Tags: Papa, vaticano, igreja, catolicismo






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 18.08

  • Dia de Santa Helena
  • Dia do Anjo Lelahel
  • Dia do Estagiário