Últimas notícias

Hoje na história

RSS
25 de outubro de 1969.

O general Médici é eleito presidente do Brasil pelo congresso Nacional, reaberto para a ocasião

Emílio Garrastazu Médici

A eleição presidencial brasileira de 1969 foi a vigésima eleição presidencial do país e a terceira do regime militar. Ocorreu de forma indireta, através de votação no Congresso Nacional.

O Congresso Nacional estava fechado desde a edição do Ato Institucional 5 (AI-5), em 13 de dezembro de 1968. Com a doença e posterior afastamento do Presidente Costa e Silva e o impedimento do vice-presidente da República, o jurista Pedro Aleixo, pela junta militar; a Câmara dos Deputados e o Senado Federal foram reabertos para eleger os novos presidente e vice-presidente da República, sob a égide do AI-16.

Definida a preferência nos meios militares pelo General Emílio Garrastazú Médici e do vice Augusto Rademaker, os nomes foram homologados na convenção nacional da ARENA em 16 de outubro de 1969. A votação ocorreu às 15 horas de 25 de outubro de 1969 no Congresso Nacional, sob a presidência de Gilberto Marinho, que foi iniciada pelos membros do Senado. Houve breves discursos dos senadores Oscar Passos do MDB, Filinto Muller da ARENA e do deputado Paulo Brossard do MDB.

Os eleitos foram empossados cinco dias depois, em 30 de outubro, às 10 horas, em sessão conjunta do Congresso Nacional. A transmissão do cargo ocorrida em seguida no Palácio do Planalto, o próprio almirante Rademaker foi quem entregou a faixa presidencial ao presidente, por ser membro da Junta Governativa Provisória de 1969 e por integrar a força mais antiga.

Fonte: Wikipédia


Tags: Emílio Garrastazú Médici, Médici, Ditadura, presidente, golpe de 64, eleição






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 13.12

  • Dia de Santa Luzia
  • Dia do Deficiente Visual
  • Dia do Lapidador
  • Dia do Marinheiro
  • Dia do Pedreiro
  • Dia Nacional do Ótico e do Oftalmologista