Últimas notícias

Hoje na história

RSS
24 de agosto de 2016.

Terremoto de magnitude 6,2 atinge a região central da Itália causando a morte de ao menos 299 pessoas e deixando pelo menos 388 feridos

Fotografia aérea mostrando edifícios danificados na parte histórica da cidade de Amatrice

Um terremoto de magnitude 6,2 atingiu a região central da Itália em 24 de agosto de 2016 às 3h36min CEST (1h36min GMT), próximo ao município de Nórcia, 75 km a sudeste de Perúgia e 45 km ao norte de Áquila, em uma área de tríplice fronteira entre as regiões da Úmbria, do Lácio e das Marcas. A defesa civil italiana confirmou ao menos 299 mortos (só em Amatrice foram encontrados 224 corpos) e cerca de 388 feridos.

O terremoto inicial foi seguido de ao menos 200 tremores secundários, um dos quais com magnitude 5,5. Minutos depois do primeiro tremor, outro sismo de magnitude 4,6 atingiu Rieti, na mesma região. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) informou inicialmente que o terremoto teria ocorrido a uma profundidade de 10 km, com magnitude 6,4. A magnitude foi posteriormente corrigida pelo USGS para 6,2, enquanto que o Centro Sismológico Euro-Mediterrânico informou a magnitude 6,1.


Região da Itália atingida pelo sismo de 24 de agosto de 2016.

Os primeiros relatórios indicavam graves danos no povoado de Amatrice próxima ao epicentro, e em Accumoli e Pescara del Tronto. O maior tremor e suas réplicas foram percebidos em grande parte da região central da Itália, incluindo Roma, Nápoles e Florença. Esse foi o maior sismo desde 2009, quando um terremoto próximo a Áquila, na região dos Abruzos, deixou mais de 300 mortos e desalojou cerca de 65 mil pessoas.


Centro da cidade de Amatrice destruído pelo terremoto

O prefeito de Amatrice, Sergio Pirozzi, afirmou que "Amatrice já não está aqui, metade da cidade está destruída". Fotografias da destruição mostravam um enorme amontoado de escombros no centro da cidade, restando em pé apenas algumas estruturas na periferia. Estimativas oficiais do governo italiano calcularam os prejuízos em cerca de 7 bilhões de euros, mas esse valor pode ser ainda maior, pois não leva em conta os estragos causados pelos terremotos de outubro.

Terremotos não são raros na Itália, pois o país está localizado na junção da placa eurasiática com a sub-placa do Mar Adriático. Foi dessa junção que surgiram os Montes Apeninos.


Fotografia aérea mostrando edifícios danificados na parte histórica da cidade de Amatrice

Fonte: Wikipédia


Tags: Terremoto na Itália de agosto de 2016, sismo, terremoto, Amatrice, Accumoli, Pescara del Tronto






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 16.10

  • Dia da Ciência e Tecnologia
  • Dia de Santa Edwiges
  • Dia do Anestesiologista
  • Dia do Anjo Damabiah
  • Dia Mundial da Alimentação
  • Dia Mundial do Pão