Últimas notícias

Hoje na história

RSS
13 de julho de 1952.

Nasce em Buenos Aires, Ricardo Eugênio Boechat, jornalista e apresentador de rádio e televisão brasileiro

Ricardo Boechat em 2010

Ricardo Eugênio Boechat (Buenos Aires, 13 de julho de 1952 — São Paulo, 11 de fevereiro de 2019) foi um jornalista, âncora e locutor de rádio brasileiro. Já esteve presente nos principais jornais do país, como O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Seu último trabalho na comunicação foi no Grupo Bandeirantes de Comunicação, onde estava desde 2004, quando começou como âncora do noticiário matinal BandNews FM em 2005 — inicialmente no bloco local da filial carioca, passando no ano seguinte para a apresentação da faixa matinal da rede, quando também passou a ancorar o Jornal da Band na Rede Bandeirantes. Também assinava uma coluna semanal na revista ISTOÉ.

Venceu por três vezes o prêmio Esso, além de ter recebido por várias vezes o Prêmio Comunique-se.

Filho de um diplomata brasileiro e da argentina Mercedes Carrascal, nasceu na capital argentina enquanto o pai estava a serviço do Ministério das Relações Exteriores. Boechat era pai de seis filhos, sendo dois do casamento com a jornalista Veruska Seibel.

Carreira

Iniciou sua carreira na década de 1970 como repórter do extinto jornal Diário de Notícias. Também nessa época, iniciou sua carreira como colunista, colaborando com a equipe de Ibrahim Sued. Em 1983, foi para o jornal O Globo. Em 1987, ocupou por seis meses a secretaria de Comunicação Social no governo Moreira Franco (1987-1991). Após o período voltou para O Globo, até ser demitido em 2001. Em 2004, estreia no Grupo Bandeirantes de Comunicação como comentarista do Jornal da Noite. Ganhou reconhecimento nacional através da BandNews FM, quando passou a ancorar o jornalístico matinal da filial do Rio de Janeiro em 2005. No ano seguinte, Boechat passou a ser âncora do principal jornalístico das manhãs da rede após a saída de Carlos Nascimento — consequentemente, foi alçado como âncora do Jornal da Band, na Rede Bandeirantes. Boechat logo se tornou uma das principais figuras da rádio e da TV. Mesmo com a mudança para São Paulo, o jornalista continuou apresentando o jornalístico local do Rio de Janeiro diretamente dos estúdios na capital paulista.

Morte

Boechat morreu no dia 11 de fevereiro de 2019, na queda do helicóptero que o trazia de Campinas para São Paulo, depois de realizar uma palestra na cidade do interior paulista. A aeronave caiu na rodovia Anhanguera, embaixo do viaduto de interligação com o Rodoanel, na Grande São Paulo, chocando-se com um caminhão e incendiando-se. Também morreu no acidente o piloto da aeronave. O motorista do caminhão teve apenas ferimentos leves.

Fonte: Wikipédia


Tags: Ricardo Boechat, Band, Rede Bandeirantes, televisão, jornalista, âncora, locutor, rádio






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 22.07

  • Dia de Santa Maria Madalena
  • Dia do Anjo Imamaiah
  • Dia do Cantor Lírico