Últimas notícias

Hoje na história

RSS
11 de novembro de 1966.

Lançamento da última missão do Projeto Gemini: a Gemini 12

Edwin Aldrin e James Lovell, tripulação da Gemini 12

O Projeto Gemini foi o segundo projeto de exploração espacial realizado pela NASA, antecedido pelo Projeto Mercury, e ao qual se seguiu o Projeto Apollo. No projeto, realizaram-se diversas pesquisas sobre o comportamento dos tripulantes e as máquinas no espaço, particularmente manobras de acoplamento em órbita terrestre e atividades extraveiculares (habilidades consideradas importantes para o voo até a Lua).

A NASA anunciou em 7 de dezembro de 1961 o plano de estender o programa espacial de voos tripulados, desenvolvendo uma nave espacial para dois tripulantes. O projeto foi iniciado oficialmente em janeiro de 1962 com o nome de Gemini.

A nave Gemini era um melhoramento da pequena nave Mercury (com capacidade para um astronauta). A cápsula tinha 5,8 m de comprimento e 3 m de diâmetro, pesando 3810 kg. O projeto usou como lançador o foguete Titan 2.


Lançamento da Gemini 12

As Missões

Gemini 1

  • 8 de abril de 1964 - 12 de abril de 1964
  • Tempo de Voo: 4 dias
  • Número de órbitas: 74
  • O primeiro voo do programa Gemini (não-tripulado)

Gemini 2

  • 19 de janeiro de 1965
  • Tempo de Voo: 18 minutos e 16 segundos
  • Número de órbitas: 0
  • Teste de voo Sub-Orbital da nave Gemini

Gemini 3

  • 23 de março de 1965
  • Tripulação: Virgil Grissom e John Young
  • Tempo de Voo: 4 horas, 52 minutos e 2 segundos
  • Número de órbitas: 3
  • O primeiro voo tripulado do programa Gemini

Gemini 4

  • 3 de junho de 1965 - 7 de junho de 1965
  • Tripulação: James McDivitt e Edward White
  • Tempo de Voo: 4 dias, 52 minutos e 31 segundos
  • Número de órbitas: 62
  • Primeira caminhada espacial de um norte americano

Gemini 5

  • 21 de agosto de 1965 - 29 de agosto de 1965
  • Tripulação: Gordon Cooper e Charles Conrad
  • Tempo de Voo: 7 dias, 22 horas , 55 minutos e 14 segundos
  • Número de órbitas: 120
  • A Gemini 5 estabelece novo recorde para duração de um voo tripulado espacial.

Gemini 7

  • 4 de dezembro de 1965 - 18 de dezembro de 1965
  • Tripulação: Frank Borman e James Lovell
  • Tempo de Voo: 13 dias, 18 horas, 35 minutos e 1 segundo
  • Número de órbitas: 206
  • O objetivo da missão era estudar os efeitos da ausência de gravidade em um longo prazo

Gemini 6

  • 15 de dezembro de 1965 - 16 de dezembro de 1965
  • Tripulação: Walter Schirra e Thomas Stafford
  • Tempo de Voo: 1 dia, 1 hora, 51 minutos e 24 segundos
  • Número de órbitas: 16
  • A missão, apesar do número, foi lançada onze dias após a Gemini 7, devido a atrasos provocados pela explosão de um foguete-alvo Agena, pouco após o lançamento de Cabo Canaveral. O encontro em órbita ocorreu entre a Gemini 6 e a Gemini 7. Ambas as naves voaram em formação por 20 horas. Esta missão permitiu testar manobras e abordagem técnica que seriam usadas no programa Apollo.

Gemini 8

  • 16 de março de 1966 - 17 de março de 1966
  • Tripulação: Neil Armstrong e David Scott
  • Tempo de Voo: 10 horas, 41 minutos e 26 segundos
  • Número de órbitas: 7
  • Primeira acoplagem com Agena; defeito quase ocasionou desastre e perda dos astronautas; primeiro pouso de emergência do programa espacial

Gemini 9

  • 3 de junho de 1966 - 6 de junho de 1966
  • Tripulação: Thomas Stafford e Eugene Cernan
  • Tempo de Voo: 3 dias, 2 horas, 34 minutos e 31 segundos
  • Número de órbitas: 59
  • três diferentes tipos de rendez-vous; 44 órbitas completadas

Gemini 10

  • 18 de julho de 1966 - 21 de julho de 1966
  • Tripulação: John Young e Michael Collins
  • Tempo de Voo: 2 dias, 22 horas, 46 minutos e 39 segundos
  • Número de órbitas: 43
  • Primeiro uso dos sistemas propulsores da Agena; rendez-vous com veículo Gemini 8; Collins fica 49 minutos em atividades extraveiculares e 39 minutos para recuperar experimento na Agena

Gemini 11

  • 12 de setembro de 1966 - 15 de setembro de 1966
  • Tripulação: Charles Conrad, Jr. e Richard Gordon
  • Tempo de Voo: 2 dias, 23 horas, 17 minutos e 8 segundos
  • Número de órbitas: 44
  • Recorde de altitude da Gemini (1.189,3 km); rendez-vous e acoplagem com Agena

Gemini 12

  • 11 de novembro de 1966 - 15 de novembro de 1966
  • Tripulação : James Lovell e Buzz Aldrin
  • Tempo e Voo: 3 dias, 2 horas, 34 minutos e 31 segundos
  • Número de órbitas: 59
  • Último voo do Projeto Gemini; Aldrin executa uma atividade extraveicular de 5 horas


Os astronautas John Young e Gus Grissom subindo a rampa para o elevador que os levará à nave espacial para a primeira missão tripulada Gemini

A Gemini 12

Gemini 12 foi a décima e última missão do Projeto Gemini, o segundo programa espacial tripulado da NASA. Ocorreu entre 11 e 15 de novembro de 1966, e além de uma acoplagem com um foguete Agena em órbita, o astronauta Edwin 'Buzz' Aldrin – segundo homem a pisar na Lua – realizou a mais longa e bem sucedida caminhada espacial do programa.

Missão

Após o encerramento da missão anterior, a Gemini 12, o programa ainda não tinha demonstrado que um astronauta poderia realizar Atividades extra-veiculares com facilidade e trabalhar com tranquilidade e eficiência fora da nave na falta de gravidade. Durante os preparativos para o voo da Gemini XII, novos locais de apoio foram instalados fora da cápsula e um nova técnica de treinamento para simulação de trabalho no espaço, feito sob a água, foi introduzida para as tripulações, tornando-se a partir daí a principal para os futuros voos do programa espacial norte-americano.

Edwin Aldrin – o segundo homem a pisar na Lua, como tripulante da Apollo 11 – passou mais de cinco horas fora da nave, em duas etapas diferentes. Na primeira saída, em que ele esteve fora da nave preso a um longo cabo, durou 2 h 29 min, e nela Aldrin fotografou as estrelas e recolheu um detector de micro meteoritos instalado fora da cápsula, demonstrando a praticabilidade de se trabalhar no espaço. Além disso, a acoplagem com o foguete Agena, agora já uma rotina das missões Gemini, foi feita manualmente sem percalços, e através de controles de computador quando o radar da Gemini teve problemas de funcionamento.


'Buzz' Aldrin no espaço durante a missão.

A nave foi concebida para acoplar e desacoplar com o Agena, para permitir e realizar AEVs, fazer manobras de mudanças de órbita usando o motor de propulsão do Agena e demonstrar a exatidão da reentrada na atmosfera terrestre comandada por computadores. Vários experimentos científicos também foram realizados durante a missão, entre eles diversos tipos de fotografias e a coleta de micro meteoritos.

Aldrin, segundo diversos documentários posteriores da NASA, foi um dos principais responsáveis por criar e introduzir no programa as novas técnicas de treinamento para caminhadas espaciais, incluindo o treinamento subaquático. James Lovell, o comandante da Gemini XII, também comandaria a quase-fatídica missão Apollo 13, três anos e meio depois, em abril de 1970.

Fonte: Wikipédia


Tags: NASA, espaço, Apollo, Projeto Gemini, Gemini 12, Projeto Mercury, Edwin Aldrin, James Lovell






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 19.06

  • Dia de São Romualdo
  • Dia do Anjo Leuviah
  • Dia do Cinema Brasileiro
  • Dia do Cinema Brasileiro
  • Dia do Migrante
  • Dia do Vigilante