Últimas notícias

Hoje na história

RSS
Sábado, 14 de Novembro de 1999.

Morre o compositor e sambista carioca Zé Kéti


Zé Kéti, nome artístico de José Flores de Jesus, (Rio de Janeiro, 6 de outubro de 1921 - 14 de novembro de 1999) foi um cantor e compositor do samba brasileiro.

Ele começou a atuar na década de 1940, na ala dos compositores da escola de samba Portela. Em 1946, Tio Sam no Samba foi o primeiro samba de sua autoria gravado (pelo grupo Vocalistas Tropicais). Nos anos cinqüenta, Leviana e A Voz do Morro, dois outros sucessos, foram incluídos no filme Rio 40 Graus (1955), de Nelson Pereira dos Santos, diretor com o qual trabalhou também no filme Rio Zona Norte (1957).

Zé Kéti idealizou o conjunto A Voz do Morro, do qual participou e que ainda contava com Elton Medeiros, Paulinho da Viola, Anescarzinho do Salgueiro, Jair do Cavaquinho, José da Cruz, Oscar Bigode e Nelson Sargento. O grupo lançou três discos.

Em 1964, participou do espetáculo Opinião, ao lado de João do Vale e Nara Leão, que o levou ao concerto que tornou conhecidas algumas de suas composições, como Opinião e Diz que Fui por Aí (esta em parceria com Hortênsio Rocha). Com Hildebrando Matos, compôs em 1967 a marcha-rancho Máscara Negra, outro grande sucesso.

Nos anos seguintes, viveu um período de esquecimento na música do Brasil. Durante a década de 1980, Zé Kéti morou em São Paulo. Na década seguinte, voltou a morar no Rio. Apresentou-se ao lado da Velha Guarda da Portela e teve várias músicas regravadas.

Aos 78 anos, Zé Kéti morreu de falência múltipla dos órgãos em 1999.

Tags: Música, cantor, compositor, samba






Opinião do internauta

Deixe sua opinião

  • Por favor, responda a pergunta abaixo.

Hoje na história relacionadas

Comemoramos hoje - 22.11

  • Dia da Cidadania e de Luta contra a Discriminação
  • Dia de Santa Cecília
  • Dia do Anjo Reyel
  • Dia do Bem-aventurado Tomás Reggio
  • Dia do Músico e da Música
  • Dia do Reciclador e da Reciclagem de Lixo